Vocalista do Rammstein lança clipe com violência e sexo explícito - mas YouTube tem versão ‘censurada’

Corpos mutilados, escravas sexuais e fantasias eróticas: o novo projeto de Till Lindemann não é recomendado para menores de idade

Redação Publicado em 06/02/2020, às 13h06

None
Til Lindemann (Foto: Axel Heimken / picture-alliance / dpa / AP Images)

Se tem uma coisa que Till Lindemann preza é criar vídeos inesquecíveis, seja com o Rammstein ou com seu projeto alternativo, Lindemann, ao lado de Peter Tägtgren, líder do Hypocrisy.

Depois de “Steh Auf” e “Knebel”, a dupla lançou um novo videoclipe para a faixa “Platz Eins”, do disco F&M.

A letra da música ecoa frases como “todas as mulheres, todas minhas” e “todas as coisas são sobre mim” enquanto cenas de violência e sexo são mostradas dentro de um hospício, com corpos mutilados, escravas sexuais e fantasias eróticas.

+++ LEIA MAIS: Rammstein, Motley Crue e o fetiche do rock por brinquedos sexuais

A versão censurada pelo YouTube é suficientemente intensa. No entanto, há também a versão explícita, na qual Till Lindemann participa de orgias sexuais.

O vídeo foi disponibilizado no site alemão de conteúdos para adultos Visit-Xe custa € 1,99.

Assista ao vídeo censurado pelo YouTube abaixo:

 


+++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 2), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL