Revelação do fim dos anos 2000, White Lies propõe o equilíbrio entre nostalgia e inovação em novo disco

“Partes vão surpreender os fãs e outras vão soar familiares”, contou o vocalista Harry McVeigh, em entrevista à Rolling Stone Brasil

Igor Brunaldi Publicado em 31/01/2019, às 08h00

None
White Lies (Foto:Gullick)

Três anos após o lançamento de Friends, o White Lies retorna com Five, álbum que, como o título já evidencia, ocupa a quinta e mais recente posição na discografia da banda inglesa formada por Harry McVeigh (voz e guitarra), Charles Cave (baixo e segunda voz) e Jack Lawrence-Brown (bateria).

São três anos entre o quarto e o quinto álbum. Foi assim também, entre Big TV (de 2010) e o já citado Friends. Para o vocalista, em entrevista à Rolling Stone Brasil, o período de tempo entre discos é o ideal. 

Com isso, eles se permitem passar muitos meses em turnê, na promoção do trabalho mais recente, para, depois, com ideias novas na cabeça, sentar e se colocar a compor e gravar um álbum, dentro de um período de mais ou menos um ano. 

Assim, eles mantêm a roda girando - afinal, na era das plataformas de streaming, uma banda precisa viajar e fazer muitos shows para sobreviver de músicas. “Gravamos álbuns com esse objetivo em mente”, contou McVeigh.

Antes de falar sobre o novo trabalho, o vocalista olhou para trás e refletiu sobre as mudanças no mundo da música. "Evoluímos muito nesses dez anos de estrada", ele reflete. "Viemos de uma época em que gravadoras tinham muito dinheiro para investir nos artistas, então tivemos que nos adaptar a essa nova indústria", e admitiu ser fã e usuário assíduo das plataforma de música em streaming - no caso dele, é assinante do Spotify.

Five entra para o catálogo do White Lies como uma busca pelo equilíbrio sonoro entre o nostálgico e inovador. “Tem partes que vão surpreender os fãs, mas em outros momentos vamos soar familiares”, revelou.

“Pra mim, as novas composições flertam com tudo que já fizemos até agora, e isso foi um esforço consciente. Algumas músicas poderiam fazer parte do primeiro álbum, por exemplo.”

Tokyo” foi o primeiro single lançado para promover o disco e, segundo McVeigh, foi escolhida “porque é uma música bem pop e bem grudenta”. Ele segue: “O refrão é cativante, e fácil de cantar junto, e nos divertimos muito durante a gravação”. Assista ao clipe abaixo.

Five chega aos serviços de streaming na próxima sexta, 1º de fevereiro.