Guitarrista do The Who achava Keith Moon um "imbecil" por quebrar quartos de hotel

Para Pete Townshend, toda essa atitude de rock n' roll era uma "perda de tempo"

Redação Publicado em 04/11/2019, às 17h52 - Atualizado às 18h34

None
The Who (Foto: Harry Harris / AP)

Pete Townshend, guitarrista e vocalista do The Who, não se orgulha de muitas de suas atitudes “rock n roll,” como contou à Big Issue Magazine, em entrevista publicada nesta segunda, 4. 

Quando The Who decolou, a atitude rebelde de Townshend batia de frente com o popular movimento hippie. Ele adorava quebrar guitarras e fazer “idiotices” em turnês. A típica visão de um rockstar. Hoje, tem uma visão inusitada sobre ele naquela época: “mas que belo imbecil.”

+++ LEIA MAIS: Roger Daltrey, do The Who, conta porque Pete Townshend quebrava guitarras nos shows 

Na entrevista, Townshend relembrou o hábito que a banda tinha de quebrar quartos de hotel - em especial, como Keith Moon, baterista (morto aos 32 anos), gostava de quebrar televisores. “Conforme a televisão voava pela janela, eu olhava pra ele e pensava ‘que imbecil. Que perda de tempo.’ E duas ou três vezes fiz a mesma coisa, e pensava ‘que imbecil!’”

Embora não goste muito da atitude rock n’ roll “imbecil,” Townshend creditou a isso um pouco do sucesso e atenção do The Who. “Autodestruição era pura arte universitária. As pessoas ainda dizem que eu não deveria ter quebrado aqueles instrumentos. F*da-se. Foi assim que vocês começaram a ouvir minha música.”