Banda The Mars Volta chega ao fim

“Não posso mais ficar aqui sentado e fingir”, escreveu Cedric Bixler Zavala, vocalista da banda

Rolling Stone EUA Publicado em 24/01/2013, às 13h25 - Atualizado às 13h38

The Mars Volta
Reprodução / Facebook

O cantor Cedric Bixler Zavala anunciou que o The Mars Volta terminou na noite desta quarta-feira, 24, em uma série de tweets. "Não posso mais ficar aqui sentado e fingir", escreveu ele. "Não sou mais um membro do The Mars Volta."

O The Mars Volta esteve na primeira edição do festival SWU, em 2011. Relembre o show aqui.

O compositor não explicou o que motivou a separação, apenas escreveu que ele foi favorável a uma turnê de grande escala pelos Estados Unidos com o lançamento do disco Noctourniquet, no ano passado, enquanto o companheiro de banda Omar Rodríguez-Lopéz rejeitou a ideia. Ao invés disso, decidiu criar um novo grupo, chamado Bosnian Rainbows.

"Eu tentei o máximo continuar, mas o Bosnian Rainbows foi tudo o que consegui em troca", escreveu Zavala. Ele agradeceu ao público da banda por "sempre se importar com o grupo" e disse que fingir que o fim fosse um hiato "seria um insulto aos fãs".

Zavala e Rodríguez-Lopéz formaram o The Mars Volta em 2001, depois da dissolução da banda anterior, o grupo de pós-hardcore At the Drive-In, de El Paso, Texas. O The Mars Volta lançou seis discos de rock progressivo, intrincado e denso, começando com De-Loused in the Comatorium, de 2003.

O At the Drive-In se reuniu no ano passado para tocar em alguns shows e festivais. Não há indicação que o grupo, originalmente formado em 1993, possua planos para o futuro, embora Zavala tenha escrito que "para deixar registrado, eu ainda amo o ATMI".

O cantor falou sobre seus planos apenas de forma vaga. "Tudo o que eu posso fazer é seguir em frente com a minha música e apenas ficar feliz que o The Mars Volta tenha existido", escreveu. "Meu Deus, nós explodimos. Obrigado a todos de novo".

Rodríguez-López não respondeu Zavala em público.