The Vow: série documental mostra como culto sexual com atriz Allison Mack de Smallville ganhou Hollywood

O NXIVM organizou uma grande rede de devotos e chegou até a ser visitado pelo Dalai Lama

Redação Publicado em 23/08/2020, às 15h21 - Atualizado às 15h22

None
Allison Mack deixa o julgamento por tráfico sexual (foto: reprodução/ Getty Images - Jemal Countess)

Com estreia neste domingo (23) na HBO, o documentário The Vow conta a história bizarra e criminosa do culto NXIVM. Vários membros da seita foram acusados e condenados por tráfico sexual, estelionato e abuso de menores, entre eles a atriz Allison Mack, que interpretou Chloe em Smallville.

Mack mantinha mulheres como escravas sexuais para o líder do culto, Keith Raniere. As vítimas tinham o peso controlado, eram marcadas com ferro quente e não podiam deixar a seita, sob a ameaça de terem fotos nuas ou informações comprometedoras vazadas.

+++LEIA MAIS: Por que filmes com relacionamentos abusivos e tóxicos como 365 Dias e 50 Tons de Cinza ainda ganham tanto destaque? [ANÁLISE]

Em 2019, Mack se declarou culpada por extorsão e conspiração. Já Raniere foi considerado culpado por tráfico sexual, extorsão, organização criminosa, ameaça e abuso de menores.

Já a série documental The Vow mostra como o NXVIUM começou a conquistar outros famosos, como Kristin Kreuk, também de Smallville, e Catherine Oxeneberg, de Dinasty.

+++ LEIA MAIS: 365 Dias: novo ‘50 Tons de Cinza’ é um show de horror tóxico e abusivo [REVIEW]

A fachada do NXVIUM era ser um grupo de autoajuda que vendia cursos de apromoramento pessoal. Uma vez inserido na organização, o membro deveria continuar fazendo cursos e trazer mais pessoas para a rede, assim subindo na hierarquia.

Keith Raniere e Allison Mack - YouTube - YouTube

Mack e Raniere comandavam um círculo ainda mais recluso de membros que consistia de escravas sexuais, que eram marcadas com ferro e tinham cada aspecto da vida delas controlado pelos líderes da seita.

+++LEIA MAIS: Baterista do CPM 22, Japinha confirma conversa vazada com menor: 'sem intenção de seduzir'

O NXIVM era sediado no estado de Nova York, mas Raniere queria expandir o alcance da organização para alcançar as pessoas que "operam o motor do mundo", usando uma frase da escritora Ayn Rand. 

A atriz Sarah Edmonson e o cineasta Mark Vicente, então membros importantes, encontraram novos recrutas em Hollywood. Foi quando gente como Kreuk, OxenbergRichard Branson se envolveram com a organização.

+++LEIA MAIS: Grupo de hackers Anonymous faz graves acusações contra Trump, cita Bolsonaro e pai de Julian Casablancas

NXIVM conseguiu até o Dalai Lama, que foi pago para visitar a sede do grupo em 2009. A visita foi arranjada (e bancada) por Sara Bronfman, herdeira milionária do império de bebidas Seagram.

Assista ao trailer de The Vow abaixo:


+++ DELACRUZ SOBRE FILHOS, VIDA E MÚSICA: 'ME ENCONTREI NO AMOR, NA FAMÍLIA, NO LADO BOM'