Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Luto

Walewska Oliveira: Jogadoras e ícones do vôlei homenageiam atleta

Nomes como Zé Roberto, Thaisa, Ana Moser e Nalbert Bitencourt fizeram homenagens emocionantes a Walewska Oliveira

Redação Publicado em 22/09/2023, às 11h11

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Walewska Oliveira (Foto: Cameron Spencer/Getty Images)
Walewska Oliveira (Foto: Cameron Spencer/Getty Images)

Um dos principais nomes da história da Seleção Brasileira de vôlei, Walewska Oliveira morreu na última quinta, 21, aos 43 anos após cair do 17º andar do prédio onde morava. A causa da morte não foi divulgada até o momento, mas a polícia de São Paulo considera o caso como "morte suspeita" e analisa câmeras de segurança do prédio.

O acontecimento gerou muita comoção no universo do esporte e fora dele. Treinador que trabalhou com Walewska, Zé Roberto realizou depoimento emocionante. Além disso, as jogadoras da Seleção, para enfrentar a Turquia no Pré-Olímpico, usaram uma faixa para homenagear a atleta. Veja abaixo:

Homenagem a Walewska Oliveira
Homenagem a Walewska Oliveira (Foto: Divulgação)

+++LEIA MAIS: Lizzo: estilista processa cantora por intimidação e assédio

Após a partida contra a Turquia, a central Thaisa falou com a SporTV e estava bastante emocionada com a morte da ex-colega de Seleção. "Ela foi um dos ícones quando cheguei na Seleção, ela já era uma das veteranas. Ela era um espelho para mim," afirmou. "Aprendi muito com ela e com a postura dela. Com elegância, charme, educação, com a resiliência. Representou o Brasil lindamente."

É muito difícil porque é inacreditável uma mulher tão forte, tão incrível, que representeou tanto, acontecer dessa forma. A gente nunca imagina, nunca espera. O vôlei perde um grande ícone, representante de muita força e muito amor pelo esporte. Agora só tenho a orar para que ela descanse em paz.

Veja outras homenagens abaixo:

Zé Roberto

Ela era excepcional. Todo técnico, toda comissão gostaria de ter uma atleta como ela. Madura, tranquila, mas com uma vontade incrível de fazer e realizar as coisas. A gente fica sem chão. A gente perde a noção de muita coisa. Eu perdi uma filha. Eu perdi uma filha. É muito duro. É um momento para nós muito difícil.

É um momento muito difícil, muito complicado. Estávamos perto de ir para o vídeo quando chegou a notícia do que tinha acontecido. A gente não sabia ainda exatamente. Nós preferimos, naquele momento, de não falar absolutamente nada. Não era o momento adequado até a gente entender um pouco o que estava acontecendo. Um pouco antes do jogo que a gente falou sobre o que tinha acontecido. Colocar tarja, enfim. É um momento de muita tristeza e dificuldade para todo mundo.

Conhecendo a Walewska como nós conhecíamos, ela foi um exemplo de dedicação, de comprometimento. De tudo de bom que uma jogadora, atleta, pessoa pode ter. Ela sempre se cuidou muito, ajudou o time. Sempre fez o que podia fazer da melhor maneira possível desde pequena. Jogou com várias jogadoras e com a gente por vários anos. A gente fica sem chão para saber exatamente e entender as coisas. É difícil falar sobre isso. Abalou todo mundo nesse momento.

Ela deixou um legado na vida dela como atleta, um dos maiores exemplos que eu já vi, que eu pude vivenciar com ela. Com todos os momentos que nós tivemos juntos no clube e na seleção. Ela vai deixar muita saudade. Saudade para essas meninas que jogaram com ela, que participaram com ela de várias etapas, caminhadas e jornadas. E vai deixar o exemplo para essas meninas mais novas, o significado de ser uma grande atleta, uma atleta campeã olímpica. Uma atleta que fez a melhor coisa para o seu país, que trouxe uma medalha de ouro, que cantava o hino bem alto, que tinha maior orgulho de representar e estar ali o tempo inteiro brigando e fazendo o seu melhor. Nós vamos sentir muita saudade. É um pecado – disse.

Vamos deixar esse momento, esse jogo e conversar com o grupo sobre essa situação. Está todo mundo muito triste com o que aconteceu, com a perda da Walewska, com a perda do jogo. Conheci a Walewska e sei que, se ela tivesse aqui, ela pediria para todo mundo jogar por ela. Foi isso o que a gente tentou fazer. Elas correram por ela, a gente só tem de lamentar e rezar muito. (via ge)

Ana Moser

Uma guerreira, gentil e inteligente. Dedicada aos times, aos grupos, sempre com um sorriso no rosto. Uma grande perda para nós, muito maior para a família. Meus sinceros sentimentos e muita oração e força para acalmar a dor.

Wal era luz, doçura, só trazia coisas boas pro seu entorno. Uma craque, craque, craque… não dá nem pra dizer o quanto que a Wal foi determinante por onde passou. Saudades e muita tristeza (via ge).

Nalbert Bitencourt

Uma agonia muito grande. Eu, sinceramente, nem sei o que falar. Uma amiga, pessoa maravilhosa... foram duas Olimpíadas com ela, Panamericano... sempre tivemos uma relação maravilhosa de amizade. Baita profissional e pessoa. Esteve conosco no SporTV ano passado para Liga das Nações e Mundial. Estou sem saber o que falar. É uma notícia que deixa a gente devastado (via ge).

Companheiros de Praia Clube

Líder dentro e fora das quadras, a campeã olímpica Walewska mudou o patamar da equipe Dentil/Praia Clube, e juntos, trilhamos o caminho das glórias.

Vestindo amarelo e preto, Wal foi campeã da Superliga 17/18, campeã do Sul-Americano 2021 e encerrou a carreira com as nossas cores na temporada 2021/2022.

O vôlei brasileiro e a comunidade esportiva perderam uma verdadeira lenda, e nossos pensamentos estão com a família e amigos neste momento difícil.

Que sua memória e legado continuem a brilhar como uma fonte de inspiração para as gerações futuras.

A camisa número 1, usada por Wal, foi eternizada na nossa equipe em 2022 e será para sempre lembrada.

Descanse em paz, Walewska Oliveira.

- Praia Clube no Instagram.
Pior noite da vida, levantei hoje peguei o celular e juro que gostaria que você aparecesse e falasse que tudo foi uma brincadeira, que era só pra você nos ensinar mais uma vez que a vida é curta, pra valorizarmos mais, eu aprendi demais com você e me inspirei em você, agora vou orar todos os dias para que você descanse em paz, nossa eterna Wal, obrigada por tudo!

- Adenízia da Silva no Instagram.
Difícil encontrar palavras… ainda estou processando, e sei que vai levar um tempo. Mas quero deixar aqui essa homenagem e agradecimento por ter se dedicado tanto ao nosso esporte e pelo legado que tu deixa. Descanse em paz, Wal

- Fe Garay no Instagram.
Obrigado por tantos ensinamentos e risadas nossa eterna capitã Robocop! Fui privilegiado em conviver com você! Vá com Deus! Sentirei saudades, Robocop!

- Bruno Vilela, supervisor do vôlei do Praia Clube, no Instagram.
Que notícia mais triste, que dor no peito, que nó na garganta! Ahhh, Wevelha, como nós duas nós chamávamos carinhosamente… obrigada por todo ensinamento, por todos esses anos convivendo ao seu lado, por cada conselho, por ser tão chata comigo… 'quando somos chatos é pq gostamos, né?'

O esporte está em luto, o voleibol, então, nem se fala!
Você deixou um legado indescritível! Desde ontem a única coisa que fiz foi rezar e me perguntar… por que? Por que? Por que? Mas Deus sabe de todas as coisas… tá difícil, tá doído, tá inaceitável…
Muita força para toda família e amigos e os inúmeros fãs!
Enfim… Obrigada por tudo, Wevelha!

- Suelen Pinto no Instagram.