The Walking Dead pode trazer de volta personagens que já morreram - e não é uma piada com a série de zumbis

Os novos episódios da décima temporada serão lançados a partir do dia 23 de fevereiro

Redação Publicado em 15/01/2020, às 17h53

None
Chandler Riggs em The Walking Dead (Foto: Reprodução)

The Walking Deadpode trazer de volta personagens que morreram ao longo das temporadas - e não como zumbis. O chefe de conteúdos do seriado, Scott Gimple, explicou como imagina essas ressurreições a partir dos projetos derivados da série em uma entrevista à Entertainment Weekly, publicada nesta terça, 14.

"Estamos trabalhando em algo que eu estava trabalhando originalmente e, em seguida, fiquei mais focado nos seriados, desenvolvendo o World Beyond e dando continuidade ao filme. Nós realmente queremos lançar diferentes formatos para TV, significando coisas mais curtas e, em seguida, algumas séries de eventos e séries limitadas", explicou.

+++LEIA MAIS: The Walking Dead tem mais 2 temporadas garantidas, diz site

Ele continuou: "Estou tentando juntar uma série de coisas para podermos mostrar durante o ano inteiro e isso foca nos personagens que nós amamos e perdemos. Foca nos aspectos de uma nova mitologia. Em histórias que focam no nosso universo e não tem a ver com nada. Nada a ver com as séries e os filmes, apenas contos de zumbis do nosso mundo com nossas regras e nossa linha do tempo, mas histórias realmente boas, histórias de fim do mundo. Eu tenho trabalhado com uma variedade de pessoas e isso prova ser super legal e divertido."

Os fãs conseguem listar vários personagens que gostariam de ver vivos novamente como T-Dog, Jesus, Carl e até mesmo Abraham e Glenn. Merle Dixon ao lado do irmão Daryl também são boas opções para serem revividos, segundo o público. No entanto, Gimple não deu muitos detalhes sobre quem voltaria para a série - ou para os projetos derivados. 

+++ LEIA MAIS: Além de The Walking Dead: 5 filmes com cenas de sexo zumbi

A décima temporada de The Walking Dead ganha novos episódios no dia 23 de fevereiro. No Brasil, a produção é transmitida pela Fox.


+++ CORUJA BC1: 'FAÇO MÚSICA PARA SER ATEMPORAL E MATAR A MINHA PRÓPRIA MORTE'