Wander Wildner abre o Palco Butantã no Lollapalooza

Músico teve o som cortado pela produção do festival

Murilo Basso Publicado em 07/04/2012, às 14h53 - Atualizado em 08/04/2012, às 01h53

Wander Wildner

Ver Galeria
(2 imagens)

Debaixo de um forte sol, o gaúcho Wander Wildner deu início ao Lollapalooza Brasil no palco Butantã pontualmente às 13h, após apresentação do Ritmo Machine no palco Cidade Jardim. A apresentação começou com "Entre o Céu e o Inferno", emendando “Um Bom Motivo” e “Dani”, de seu último disco, Caminando y Cantando, lançado em 2010.

Canções clássicas de Wander como “Bebendo Vinho” e “Eu Não Consigo Ser Alegre o Tempo Inteiro” ganharam nova roupagem, e Wander, que ao longo de sua carreira já foi hippie, rajneesh e punk, agora mostra incorpora a persona brega deixando o punk rock de lado e se aproximando das milongas.

Mas o público reagiu intensamente na parte final do show, em músicas como “Amigo Punk” e “Lugar do Caralho”, que seria a despedida perfeita para Wander. No entanto, antes do final da apresentação, quando se preparava para tocar “Eu Tenho Uma Camiseta Escrita Eu Te Amo”, a produção do festival cortou o som. Mesmo diante das adversidades, Wander Wildner soa sincero - alguém que expõe suas emoções e sai aplaudido do palco.