Wayne Carson, compositor de “Always On My Mind”, morre aos 72 anos

Faixa ganhou versão em português com Zezé Di Camargo & Luciano fazendo parceria com Willie Nelson

Redação Publicado em 22/07/2015, às 11h37 - Atualizado às 12h58

Compositor Wayne Carson, morto no dia 20 de julho de 2015
Reprodução

O aclamado compositor Wayne Carson, vencedor do Grammy e membro do Hall da Fama de compositores de Nashville, responsável pela criação de sucessos como "Always On My Mind", morreu na última segunda-feira, 20, em Franklin, nos Estados Unidos. Segundo a esposa dele, Wyndi Harp Head, Carson vinha enfrentando uma série de problemas de saúde e estava internado havia um mês. Ele tinha 72 anos.

As canções do escritor começaram a fazer sucesso na década de 1960, quando ele compôs "Somebody Like Me", interpretada por Eddy Arnold. Em seguida veio a inesquecível “The Letter”, gravado pelo The Box Tops e por Joe Cocker, entre outros. A canção está na lista das 500 maiores músicas de todos os tempos segundo a Rolling Stone.

Lista das 500 Maiores Músicas de Todos os Tempos (Internacionais) da Rolling Stone está disponível para tablets.

"Who's Julie" tornou-se o primeiro hit de Mel Tillis, mas foi "Always on My Mind", faixa que Carson teria escrito durante dez minutos, na mesa de sua cozinha, a responsável por lhe dar um prêmio do Grammy.

"Always On My Mind" ficou famosa, especialmente, nas vozes de Elvis Presley e Willie Nelson. Este último gravou, inclusive, uma parceria com a dupla sertaneja Zezé Di Camargo & Luciano, que cantou versão em português da letra. O Pet Shop Boys também faria uma reedição da música.

Carson ainda escreveria em 1975 "She's Actin' Single (I'm Drinkin' Doubles)", sucesso com Gary Stewart, também interpretada por Wade Hayes. Conway Twitty, Johnny Paycheck, B.J. Thomas, Ray Price, Waylon Jennings, Shelby Lynne, The Beach Boys e Tina Turner também gravaram músicas do compositor.