Web se revolta com ideia do governo de aprovar representante do Oscar para 'não repetir o erro de 2020', diz Mário Frias sobre o Democracia em Vertigem: 'Ditadura’

Diversos usuários do Twitter se manifestaram contra a interferência do governo na escolha do candidato ao Oscar e até avaliaram a atitude de Frias como censura

Redação Publicado em 19/08/2020, às 08h05

None
Mario Frias (Foto: Reprodução/ Youtube / Canal Eduardo Bolsonaro)

O Oscar 2021 ganhou repercussão entre os usuários brasileiros das redes sociais após Mário Frias, Secretário da Cultura, afirmar que o próximo filme escolhido para representar o país deve estar de acordo com o posicionamento do governo. As informações são do site Cine Pop.

Em conversa com Jorge Pellegrino, presidente da Academia Brasileira de Cinema, Frias fez referência ao documentário Democracia Em Vertigem, de Petra Costa, e disse que “o erro de 2020 não pode ser repetido”. 

Na última edição da premiação, a produção brasileira concorreu à categoria de Melhor Documentário (longa-metragem) e chamou a atenção para o processo de impeachment de Dilma Rousseff e a polarização política no Brasil. 

+++ LEIA MAIS: Novo secretário de cultura, Mário Frias chama auxílio de R$ 600 de esmola: ‘Artista quer trabalhar’

No Twitter, muitos usuários compararam a atitude do secretário à censura imposta na ditadura militar brasileira e até mesmo às políticas de Hitler. Confira algumas reações: 

+++ LEIA MAIS: Novo secretário de cultura, Mário Frias chama auxílio de R$ 600 de esmola: ‘Artista quer trabalhar’

Recentemente, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, que realiza a cerimônia do Oscar, anunciou que o governo brasileiro não está envolvido na seleção do filme representante do país e a Academia Brasileira de Cinema é o único órgão responsável pela escolha.

Alguns usuários do Twitter ainda lembraram que o Oscar 2021 ainda poderá indicar Bacurau, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, - um dos nomes cotados para o Oscar 2020 - pois a estreia do longa-metragem nos Estados Unidos só aconteceu no início deste ano, segundo o Indie Wire


+++ DECLACRUZ SOBRE FILHOS, VIDA E MÚSICA: 'ME ENCONTREI NO AMOR, NA FAMÍLIA, NO LADO BOM'