Weezer recebe oferta de US$10 milhões para se aposentar

Campanha na internet reclama dos últimos lançamentos da banda; grupo diz que faria um “término de luxo” pelo dobro do valor

Da redação Publicado em 07/10/2010, às 12h20

Petição online quer arrecadar US$10 milhões e oferecer ao Weezer para que a banda acabe

Ver Galeria
(2 imagens)

Um morador da cidade de Seattle, nos Estados Unidos, começou na última terça, 5, uma campanha bastante inusitada na internet. Ele quer arrecadar a soma de US$20 milhões e oferecer esse dinheiro para o Weezer, em troca do fim da banda.

O organizador, James Burns, conta que não é fã do grupo californiano, mas está cansado de ver seus amigos ficarem desapontados com seus lançamentos recentes. O texto publicado em uma página da web que realiza petições online diz: "Todo ano, Rivers Cuomo jura que ele mudou e que o novo disco deles é a melhor coisa que já fizeram desde Pinkerton, e o que acontece? Outra pilha de cocô como 'Beverly Hills' ou 'I'm Your Daddy'. Esse é um relacionamento abusivo e tem que acabar agora". A campanha, que inicialmente pedia US$10 milhões, sugere a doação de US$12, pois se todas as 852.000 pessoas que compraram Pinkerton (que será relançado em versão deluxe este ano) derem esse valor, o objetivo será alcançado.

O quarteto já ficou sabendo dessa história e na última quarta, 6, respondeu às críticas. Segundo o site Gigwise, o baterista Patrick Wilson encorajou a iniciativa e brincou com a história dizendo, ironicamente, que se forem arrecadados US$20 milhões, o Weezer fará uma "versão de luxo" do término da banda.

A nota ainda informou que até o momento somente cerca de 1% do valor pedido foi doado.