Willem Dafoe, o Norman Osborn de Homem-Aranha, chama nova franquia de “cínica”

"Isso é uma forma cínica de se fazer dinheiro!”, disse o ator

Redação Publicado em 04/10/2013, às 11h37 - Atualizado às 11h42

Willem Dafoe
Abraham Caro Marin / AP

Muita gente adorou ver Peter Parker de volta às telonas em O Espetacular Homem-Aranha, mas Willem Dafoe, que participou da trilogia anterior do homem aracnídeo como Norman Osborn (e Duende Verde, consequentemente), revelou ter ficado incomodado com a nova produção.

Crítica: O Espetacular Homem-Aranha acerta ao focar em aspectos pessoais do personagem, mas não deixa de sofrer com clichês comuns em muitos blockbusters.

“Eu vi o trailer para o primeiro reboot de Homem-Aranha e pensei ‘Isso é loucura! Não é cena por cena, mas é a mesma história!’”, alegou Dafoe em entrevista ao site Total Film. “Pensei ‘Isso é uma forma cínica de se fazer dinheiro!’”

Galeria: os dez piores filmes de super-heróis da última década.

“Eu gosto de Homem-Aranha, o primeiro em que eu estava envolvido, porque embora você possa argumentar vários tipos de coisa, da minha perspectiva era muito puro”, disse o ator. “Era mesmo. A forma como Sam Raimi abordou, foi pura em suas intensões e acho que ele capturou Tobey [Maguire] em um momento particular.”

Mesmo sem a aprovação de Dafoe, O Espetacular Homem-Aranha terá três continuações. A primeira chega aos cinemas no dia 2 de maio de 2014, enquanto a terceira e a quarta estreiam, respectivamente, em 2016 e 2018.