Wyclef Jean desiste da candidatura presidencial no Haiti e anuncia novo álbum

“Esta não foi uma decisão fácil de tomar”, disse o cantor; disco se chamará If I Were President, the Haitian Experience

Da redação Publicado em 22/09/2010, às 13h04

Wyclef Jean desiste da candidatura presidencial no Haiti‎
AP

Depois de ter sido proibido de se candidatar à Presidência do Haiti, Wyclef Jean anunciou sua desistência com relação ao cargo nesta terça, 21. Ele ainda afirmou que vai arregaçar as mangas para realização de um novo álbum. A informação foi postada no próprio blog do músico.

"Após semanas em silêncio refletindo, escolhi encerrar minha candidatura à Presidência do Haiti", disse ele. "Esta não foi uma decisão fácil de tomar." Em agosto, de acordo com informação da agência Reuters, as autoridades responsáveis pelo conselho eleitoral declararam que ele não estava na lista com os candidatos aprovados para a corrida presidencial - o motivo foi o fato dele não ter cumprido as exigências relativas à residência no país, embora Jean garanta que apresentou os documentos corretos provando que morou por cinco anos no Haiti, conforme o exigido pela lei. A princípio, o artista havia aceitado a decisão, mas posteriormente anunciou que seus advogados recorreriam.

Com a desistência, o cantor decidiu focar em sua carreira musical, com a elaboração de um novo álbum. O título é sugestivo: If I Were President, the Haitian Experience. O disco sairá em fevereiro de 2011, seguido pela turnê mundial The Haitian Experience. "É melhor que algumas batalhas sejam lutadas fora do campo, e é de onde assumiremos isso agora. Nosso objetivo final foi o de ampliar a oportunidade das pessoas de participarem livremente em um processo democrático livre e justo", afirmou. "Embora minha corrida para a presidência tenha sido interrompida, sinto que não foi em vão." As eleições no Haiti acontecem em novembro.