Yoko Ono e Sean Lennon gravam vídeo com outros artistas para protestar contra a extração de gás

O clipe da música "Don't Frack My Mother" traz Liv Tyler, Susan Sarandon, Joseph Gordon-Levitt e membros do The Strokes, The Black Keys e Wilco

Rolling Stone EUA Publicado em 11/03/2013, às 13h05 - Atualizado às 13h35

Yoko Ono e Sean Lennon
AP

Yoko Ono e Sean Lennon já colaram cartazes, fizeram propaganda na TV e apresentaram petições em oposição à extração de gás natural. Agora, eles reuniram amigos célebres, como Liv Tyler, Susan Sarandon e Joseph Gordon-Levitt, para gravar o vídeo da música "Don't Frack My Mother", lançada no último inverno, no programa Late Night With Jimmy Fallon.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

A canção é a mais recente ação da campanha Artists Against Fracking, que tenta persuadir o governador de Nova York Andrew Cuomo a não permitir que companhias de gás usem a extração hidráulica no estado para retirar gás natural preso no fundo do subsolo.

O vídeo intercala imagens de Lennon, Ono, atores e músicos, incluindo Maggie Gyllenhaal, Fred Armisen, do SNL, membros do The Strokes, Wilco e The Black Keys, com estatísticas sobre extração e perfuração. Quando Lennon pede para “por favor, não perfure a minha mãe”, Ono responde: “não me perfure!”

Cuomo adiou a decisão de extração até fevereiro, mas o estado perdeu o prazo processual no mês passado, o que vai atrasar os esforços para finalizar a regulamentação da extração hidráulica. Ao perder o prazo, o departamento de conservação do meio-ambiente de Nova York deverá propor novamente a regulamentação, que ficará para avaliação pública por 45 dias.