Rapper Young Vito é indiciado pela morte de Slim Dunkin

O rapper foi acusado de assassinato, agressão e posse de arma

Rolling Stone EUA Publicado em 22/03/2012, às 14h27 - Atualizado às 16h36

Slim Dunkin
Reprodução/Facebook

O júri indiciou Young Vito, o rapper de Atlanta acusado de matar o também MC Slim Dunkin (foto), em dezembro, de acordo com a agência Reuters. Young Vito, cujo nome real é Vinson Hardimon, foi acusado de assassinato, agressão e posse de arma ilegal de fogo, segundo a promotoria de Fulton. A data do julgamento ainda não foi marcada.

Dunkin, que trabalhava com Gucci Mane e Waka Flocka Flame, foi morto a tiros após uma briga ter sido iniciada em um estúdio de gravação, em 16 de dezembro. De acordo com um comunicado dos promotores, Hardimon ficou impaciente enquanto aguardava a vez dele de gravar e invadiu a sala do estúdio. Ele começou a dar socos em Dunkin, o que resultou emu ma briga, que terminou com o rapper tomando um tiro no peito. Hardimon estava em liberdade provisória à época por causa de uma outra acusação de agressão. Ele abandou a cena após os disparos, mas se entregou para a polícia dez dias depois.