Zoe Saldana rebate críticas sobre viver cantora no cinema: “Sei o que Nina Simone significa para mim”

Atriz substituiu a cantora Mary J. Blige no papel principal da cinebiografia escrita e dirigida por Cynthia Mort

Rolling Stone EUA Publicado em 01/03/2013, às 12h03 - Atualizado às 19h34

Zoe Saldana
AP

Em entrevista pré-Oscar ao HipHollywood, Zoe Saldana respondeu à revolta gerada quando ela assumiu o papel da cantora Nina Simone na cinebiografia Nina, substituindo a estrela do R&B Mary J. Blige.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

"O que me mantém focada, sem me estressar ou me machucar com comentários, é que eu estou fazendo isso pelas minhas irmãs, meus irmãos, e não ligo para quem diz que sou isso ou aquilo", disse a atriz de Star Trek. "Eu sei quem eu sou, e sei o que Nina Simone significa para mim."

A escolha por Saldana gerou críticas porque, ente outras coisas, ela não é cantora, não é afroamericana e não parece fisicamente com Nina Simone.

Ainda assim, para a atriz qualquer que seja a resposta para o filme, positiva ou negativa, ela manterá o queixo erguido. "É assim que eu sou e assim que serei – e Nina era assim também", disse ela. "Eu fiz isso por amor: amor por Nina, pelas minhas pessoas queridas e por mim, com meu orgulho por ser uma mulher negra, latina e norte-americana."

A produção de Nina começou em Los Angeles, em outubro de 2012. O filme foi escrito e será dirigido por Cynthia Mort.