Adesão à vacina contra Covid-19 chega a 94%, recorde no Brasil

Segundo o Datafolha, a adesão à vacina contra Covid=19 atingiu o nível recorde no Brasil, mesmo com ataques de Jair Bolsonaro

Redação Publicado em 13/07/2021, às 15h37

None
Vacinação contra a Covid-19 (Foto: David Greedy / Getty Images)

Apesar de Jair Bolsonaro (sem partido) fazer diversos ataques à vacinação, a adesão aos imunizantes continua a crescer no Brasil. Segundo o Instituto Datafolha (via Folha de S. Paulo), 94% aprovam a imunização. 

Um novo levantamento entrevistou 2.074 pessoas entre 7 e 8 de julho para saber a opinião em relação à vacina. 56% disseram já ter se imunizado, enquanto 38% revelaram que pretendem se vacinar — um total de 94% de pessoas que aprovam a campanha.

+++LEIA MAIS: Responsabilização de Bolsonaro está mais próxima, aponta CPI da Covid

Dos entrevistados, 5% disseram que não foram vacinados e não pretendem se imunizar no futuro, e 1% respondeu não saber. 19% dos que participaram da pesquisa disseram já terem se imunizado completamente, enquanto 37% ainda aguardam a data para completar a vacinação.

Atualmente, o Brasil tem 4 imunizantes diferentes sendo utilizados, mas ainda há pessoas que escolhem vacina. Segundo o Datafolha, 1% da população ainda não se vacinou porque não encontraram a dose desejada no posto.

+++LEIA MAIS: Bolsonaro é alvo de processos por famílias de vítimas da Covid-19

Declarações de Jair Bolsonaro

Apesar da alta adesão de imunizantes, Bolsonaro já deu diversas declarações contrárias à vacinação. Recentemente, o presidente voltou a afirmar que a Coronavac não tem comprovação científica, por exemplo.

Em entrevista no dia 15 de junho, Bolsonaro falou: “A Coronavac, o prazo de validade dela parece que é em torno de 6 meses. E assim mesmo muita gente tem tomado e não desenvolve anticorpo nenhum. Então essa vacina não tem uma comprovação científica ainda.”

+++LEIA MAIS: 'Sou igual ao cocô de vocês', diz Bolsonaro a apoiadores sobre CPI da Covid

As declarações de Bolsonaro vão contra dados comprovados. Para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizar o uso emergencial do imunizante, foram realizados diversos testes que comprovaram a segurança e eficácia.


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL