Bolsonaro chama Lula de ‘9 dedos’ e culpa ex-presidente por alta na gasolina

Em visita a Uberlândia na terça, 31, Jair Bolsonaro afirmou que os valores altos da gasolina são culpa de Lula

Redação Publicado em 01/09/2021, às 11h21 - Atualizado às 11h22

None
Jair Bolsonaro (Foto: Andressa Anholete / Getty Images)

Jair Bolsonaro (sem partido) disse, sem apresentar provas, que a responsabilidade pela alta nos preços da gasolina no Brasil é do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Durante a fala, o atual chefe de Estado chamou o petista de “nove dedos”.

Durante a inauguração do Complexo de Captação e Tratamento de Água de Uberlândia, em Minas Gerais, na terça, 31 de agosto, Bolsonaro tentou justificar a alta no preço da gasolina. Em, alguns estados, o valor do litro do combustível chegou a R$ 7 — preço que afeta o planejamento familiar e de empresas.

+++ LEIA MAIS: 'Acabam me culpando por tudo', diz Bolsonaro sobre alta do preço da gasolina e gás

“Hoje conversei com o novo presidente da Petrobras, general Silva e Luna, que fez um trabalho excepcional em Itaipu Binacional. Ele falou que dívida está praticamente paga, mas custou caro para vocês. O preço hoje tá alto também em função disso, de que um dos últimos presidentes, o 9 dedos, entregou uma refinaria nossa ao governo boliviano. Mais do que entregou: foi combinado antes”, disse Jair Bolsonaro (via Metrópoles).

Ao citar uma conversa que teve com o atual presidente da Petrobrás, Jair Bolsonaro citou uma suposta dívida de R$ 230 bilhões, devido à compra de refinarias que não deram lucro, que teria sido herdada pelo governo federal.

+++LEIA MAIS: Ministro pede à população 'esforço inadiável de redução do consumo’ de energia; entenda

Em outro momento do discurso, Bolsonaro voltou a falar que seu governo não tem culpa na alta da gasolina, e citou o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), tributo estadual regulado por governadores.

“Eu repito: o problema é o ICMS. Vi dois governadores agora que dizem que estou mentindo, porque o ICMS é 32% e não mudou nada. Não mudou, mas a Constituição manda botar um valor fixo. Eu tenho um valor fixo para os impostos federais, que não foram reajustados desde janeiro de 2019,” concluiu.

+++LEIA MAIS: Hidrelétricas podem parar de funcionar, diz Bolsonaro; entenda


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!