Bolsonaro culpa governadores por alta na inflação: 'Política de fique em casa e economia vemos depois’

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta, 13, que busca medidas para ‘reduzir impacto danoso’

Redação Publicado em 13/08/2021, às 15h50

None
Jair Bolsonaro (Foto: Andressa Anholete / Getty Images)

Jair Bolsonaro (sem partido) culpou governadores e prefeitos pelo cenário de alta na inflação no Brasil. Durante discurso de inauguração de conjuntos residenciais no Ceará nesta sexta, 13, o presidente da República afirmou que busca medidas para “reduzir impacto danoso” da alta de preços.

"Sabemos que a inflação chegou em nosso país, como chegou em todos. A pandemia desequilibrou a economia, e nós tentamos, agora dessa forma, no momento, atender aos mais necessitados," afirmou JairBolsonaro.

+++LEIA MAIS: Bolsonaro diz que eleições de 2022 não serão confiáveis: 'Querem eleger na fraude'

Segundo informações da Folha de S. Paulo, a inflação alcançou o patamar de 0,96% em julho, maior resultado para o mês desde 2002. A alta tem relação direta com a energia elétrica mais cara, devido à estiagem histórica que afeta estados do sudeste, sul e centro-oeste e leva à falta de água nos reservatórios de hidrelétricas.

Durante declaração, Bolsonaro culpou governadores e prefeitos que adotaram medidas de restrição à circulação de pessoas pela alta na inflação. Segundo o presidente, a "conta" dessas escolhas "está chegando":

+++LEIA MAIS: 'Índio quer trabalhar e pagar imposto', diz Bolsonaro sobre igualdade

"Aquela política que os governadores adotaram, como esse 'fique em casa que a economia a gente vê depois', a conta está chegando. Mas nós vamos [buscar], como já estamos buscando, maneiras de suavizar o impacto danoso que vem da inflação," afirmou.

Bolsonaro também reconheceu o preço alto de gás de cozinha no discurso realizado no Cerá, conforme noticiado pela Folha de S. Paulo. O chefe de Estado, contudo, não indicou novas medidas para minimizar o impacto no orçamento das famílias com menos renda.

+++LEIA MAIS: Lula acredita que Bolsonaro não tem força para dar golpe militar, diz jornal

Jair Bolsonaro: "Querem que eu faça milagre?"

Na noite de quinta, 12, durante live semanal, Bolsonaro também comentou sobre o número da inflação, mas com um tom diferente. Durante a transmissão, o presidente questionou: "Querem que agora a gente faça milagre?" e afirmou que o governo federal "não consegue resolver tudo".


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!