Bolsonaro decide vetar Fundão Eleitoral de R$ 5,7 bilhões, segundo site

Segundo o G1, o presidente Jair Bolsonaro decidiu vetar artigo da Lei de Diretrizes Orçamentárias que definiu novo valor do Fundão Eleitoral

Redação Publicado em 20/08/2021, às 14h46

None
Jair Bolsonaro mexe em máscara durante visita a São Paulo em agosto de 2020 (Foto: Alexandre Schneider/Getty Images)

Jair Bolsonaro (sem partido) decidiu vetar nesta sexta, 20, o artigo da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que definiu os novos cálculos para o orçamento do Fundão Eleitoral em R$ 5,7 bilhões. Conforme noticiado pelo blog de Valdo Cruz no G1, o artigo previa o financiamento do fundo com base em 25% do orçamento da Justiça Eleitoral de 2021 e 2022.

Analistas do Congresso afirmavam que, de acordo com a regra, o Fundão Eleitoral teria um aumento notável de R$ 2 bilhões para R$ 5,7 bilhões. O presidente Jair Bolsonaro não divulgou a decisão oficialmente, conforme noticiou o G1, e tem até está sexta para sancionar ou vetar.

+++LEIA MAIS: Bolsonaro confirma discurso em protesto de 7 de Setembro: ‘Não é palavra de ameaça’

A votação do Orçamento Geral da União irá definir o novo valor do fundo, mas a equipe econômica defende o Fundão Eleitoral em R$ 2,1 bilhões, correspondente à correção do último valor pela inflação.

Reação negativa ao valor do Fundão Eleitoral

Em 16 de julho, o Congresso nacional aprovou um fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões, o que elevaria o Brasil ao topo da lista mundial de países em relação ao udo de dinheiro público para financiar campanhas. Segundo a Folha, o cálculo para a mudança no valor foi inserido na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias).

+++LEIA MAIS: Bolsonaro entra com ação no STF para proibir abertura de inquérito sem aval do MP; entenda

O valor teve uma repercussão negativa, principalmente por ser muito superior às outras eleições. Inclusive, um grupo de parlamentares encabeçado pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania -SE), entrou com um mandado no STF se posicionando contra o aumento do Fundão Eleitora. Após as diversas críticas, Bolsonaro sinalizou o veto ao Fundão.


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!