BTS é convidado de Joe Biden na Casa Branca

BTS participará de uma discussão sobre inclusão e representação asiática com o presidente dos Estados Unidos

Redação Publicado em 26/05/2022, às 12h50

BTS foi convidado por Joe Biden para discutir questões de inclusão aos asiáticos
(Foto: Getty Images)

O BTS se juntará ao presidente Joe Biden na Casa Branca na próxima terça-feira, 31 de maio, em comemoração ao Mês da Herança de Americanos Descendentes de Asiáticos (AA) ou de Povos das Ilhas do Pacífico (NHPI).

Durante a visita, o grupo pop sul-coreano participará de uma discussão sobre inclusão e representação asiática, bem como o aumento de crimes de ódio e discriminação anti-asiáticos, de acordo com um comunicado divulgado pela Casa Branca nesta quinta-feira, dia 26 de maio.

+++ LEIA MAIS: BTS deveria ser dispensado do serviço militar, afirma ministro da Coreia do Sul

Em reunião com o presidente sul-coreano Moon Jae-In em maio de 2021, Biden creditou ao K-Pop o crescimento de “conexões culturais e pessoais” entre os Estados Unidos e a Coreia do Sul, afirmando que 'os fãs de K-pop são universais'. O encontro entre o presidente norte-americano e Jae-In ocorreu após sancionar a Lei de Crimes de Ódio da Covid-19. 

O presidente Biden e o BTS também discutirão a importância do BTS como embaixadores da juventude que espalham uma mensagem de esperança e positividade em todo o mundo

+++ LEIA MAIS: BTS: Jungkook achou ‘difícil’ fazer show com proibição do público de cantar e gritar; entenda

Logo após o encontro com Biden, o BTS deve lançar seu novo álbum de antologia, Proof, em 10 de junho. A coleção de três discos inclui músicas da discografia do BTS até hoje, bem como três novas músicas. As faixas incluídas “refletem os pensamentos e ideias dos membros sobre o passado, presente e futuro do BTS”, de acordo com um comunicado.