Crescimento de overdoses de ivermectina nos EUA deixa vítimas de tiroteiro sem leito para atendimento

"Você não é um cavalo", alerta autoridade de saúde às pessoas que insistem em tomar ivermectina feita para gado

Redação Publicado em 06/09/2021, às 12h45

None
Caixas de ivermectina (Foto: CNN/ Divulgação/Prefeitura de Itajaí)

O aumento de pessoas nos EUA usando ivermectina (vermífugo usado no país para tratar gado) como tratamento precoce para Covid-19 fez as salas de emergência dos hospitais "tão lotadas que vítimas de tiroteio têm dificuldade de ser atendidas," revelou um médico de Pronto Socorro à Rolling Stone EUA.   

Esta semana, o dr. Jason McElyea disse ao KFOR que overdoses de invermectina acumulam-se em hospitais rurais, deixando tanto leitos quanto ambulâncias lotados. 

+++ LEIA MAIS: Todo o mal que o kit-Covid pode te causar: Ivermectina, hidroxicloroquina e azitromicina não são eficazes para prevenir vírus

"Os PS estão tão lotados que vítimas de tiroteio têm dificuldade de entrar nos lugares que eles poderiam receber cuidado adequado e ser tratados," explicou McElyea.

"Todas as ambulâncias deles estão presas nos hospitais, esperando um leito abrir para eles poderem levar o paciente para dentro; se não têm como [ficam parados]. E se não há ambulâncias para atender chamados, ninguém pode ir."

+++ LEIA MAIS: Detonautas debocha de fake news bolsonaristas em nova música didática; ouça 'Kit Gay'

Pessoas adoecendo devido à ivermectina - principalmente aquelas tomando formulações feitas para gado - tornaram-se tão frequentes que, este mês, o órgão equivalente à Anvisa nos EUA soltou um comunicado implorando para os cidadãos ficarem longe de drogas não aprovadas para tratar ou prever a covid-19. "Você não é um cavalo. Não é uma vaca," disse a agência enquanto linkava o texto a um artigo sobre os perigos de ingerir ivermectina de gado.

"Drogas de animais são altamente concentradas para animais, e podem ser extremamente tóxica para humanos," advertiu o órgão. A agência explicou que, apesar da medicação às vezes ser usada em pessoas para tratar vermes, sarna e rosácea, as doses são muito menores do que as oferecidas. Mesmo assim, gente invade as lojas e comprando remédio para gado; muitos comércios colocaram avisos contra o consumo humano nas prateleiras.

+++ LEIA MAIS: Gene Simmons, do Kiss, se irrita com Bolsonaro: 'disse que vacina pode transformar pessoas em jacaré' 

Quanto àqueles que tomaram a droga, McElyea disse que pacientes chegam ao hospital com reações negativas como náusea, vômito, dores musculares, cólicas e até perda de visão - o sintoma mais assustador para o médico.

De acordo com um aviso de saúde divulgado pelo Centro de Controle de Doenças dos EUA em agosto, receitas para ivermectina cresceram muito quando comparamos com o período pré-pandêmico. Foram mais de 88 mil receitas entre o início de julho e meio de agosto de 2021. Até Joe Rogan, podcaster anti-vacina e crente em teorias da conspiração, gabou-se de tomar ivermectina junto de outros tratamentos experimentais após testar positivo para covid-19. Como resultado da publicidade crescente das drogas, ligações para centros de envenenamento cresceram em todos os EUA, e as visitas a hospitais e emergência se multiplicaram.

+++ LEIA MAIS: Variante Mu encontrada em Minas Gerais pode ser mais resistente às vacinas contra covid-19, diz OMS

"Existe um motivo para você precisar de um médico para te dar receitas de remédios, porque pode ser perigoso," concluiu McElyea.