Eduardo Bolsonaro chama prefeito de NY de marxista: 'Querem controlar tudo'

Em entrevista, o deputado rebateu críticas do prefeito Bill de Blasio ao presidente Jair Bolsonaro e comparou os EUA a Venezuela

Redação Publicado em 22/09/2021, às 12h35

None
Deputado federal Eduardo Bolsonaro (Foto: Rodrigo Paiva/Getty Images)

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho de Jair Bolsonaro, deu entrevista à Fox News na terça, 21 de setembro, em que chamou o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, de “marxista”.

Durante a entrevista, o deputado criticou a política do norte-americano de exigir a comprovação de vacina contra a covid-19 para acesso de alguns ambientes fechados, como restaurantes.

+++LEIA MAIS: Prefeito de Nova York manda recado para Bolsonaro: 'Se você não quer se vacinar, nem precisa vir'

Na viagem de Jair Bolsonaro aos Estados Unidos para participar da Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), inclusive, o presidente precisou driblar a exigência de vacinação, e comeu pizza na rua da cidade, além de uma churrascaria ter feito um “puxadinho” para o chefe de Estado poder almoçar.

Eduardo Bolsonaro criticou a política do norte-americano: “Mostra muito sobre como as pessoas de esquerda são. Querem controlar tudo. Sei que De Blasio é marxista e ele segue muito o que diz Antonio Gramsci,” disse.

+++LEIA MAIS: Eduardo Bolsonaro toma vacina contra covid-19 e agradece: 'Graças ao governo Bolsonaro'

Conforme noticiado pelo site Poder 360, Antonio Gramsci foi um filósofo e político marxista italiano. Durante a entrevista, Eduardo Bolsonaro continuou: “Para eles, tudo gira em torno de política e ideologia. Não me importo muito com o que ele pensa, não perco meu tempo ouvindo-o”.

O deputado demonstrou preocupação com políticos dos Estados Unidos, que, segundo o brasileiro, esqueceram a 1ª Emenda à Constituição norte-americana sobre o direito à vida, liberdade e busca da felicidade:

+++LEIA MAIS: Bolsonaro é alvo de denúncias e piadas na ONU, diz colunista

“Eles querem controlar a vida de todos — e no ponto em que até mesmo o Talibã pode falar coisas verdadeiras sobre liberdade de expressão para as big techs. Estamos com medo do que está acontecendo nos Estados Unidos,” disse.

Em seguida, o deputado Eduardo Bolsonaro comparou os Estados Unidos a Venezuela: "Tenho um conselho para o povo norte-americano. Não pense que a Venezuela está longe de você."

+++LEIA MAIS: Eduardo Bolsonaro ameaça: ‘Uma hora as ordens do STF não serão cumpridas’

As falas de Eduardo Bolsonaro são uma resposta as críticas de Bill de Blasio ao presidente Jair Bolsonaro. Após a chegada da comitiva brasileira, o prefeito norte-americana disse: “Precisamos enviar uma mensagem a todos os líderes mundiais, principalmente Bolsonaro, do Brasil, que se você pretende vir aqui, você precisa estar vacinado. Se você não quer se vacinar, nem precisa vir”.

Bill de Blasio também provocou Bolsonaro nas redes sociais, ao marcar o presidente em publicação no Twitter com um link que informa os locais de vacinação contra covid-19 na cidade; confira abaixo: