Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Governadores assinam carta em solidariedade ao STF contra ameaças de Bolsonaro

Em nota, governadores de 13 estados e DF afirmam que farão de tudo para “preservar a dignidade e integridade do Poder Judiciário”

Redação Publicado em 16/08/2021, às 11h04

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Jair Bolsonaro (Foto: Andressa Anholete / Getty Images)
Jair Bolsonaro (Foto: Andressa Anholete / Getty Images)

Governadores de 13 estados e do Distrito Federal assinaram um documento em solidariedade ao Supremo Tribunal Federal (STF), alvo de ameaças e ataques feitos pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Conforme divulgado pela Folha de S. Paulo, a nota afirma para a importância da independência e integridade do STF (maior instância do Poder Judiciário) para o exercício da democracia no Brasil:

+++LEIA MAIS: Bolsonaro culpa governadores por alta na inflação: 'Política de fique em casa e economia vemos depois’

"O Estado Democrático de Direito só existe com Judiciário independente, livre para decidir de acordo com a Constituição e com as leis. No âmbito dos nossos Estados, tudo faremos para ajudar a preservar a dignidade e a integridade do Poder Judiciário. Renovamos o chamamento à serenidade e à paz que a nossa Nação tanto necessita," afirma o texto.

O documento foi assinado pelo governador do Distrito Federal, Bahia, Maranhão, Pernambuco, São Paulo, Rio Grande do Sul, Ceará, Paraíba, Espírito Santo, Piauí, Rio Grande do Norte, Alagoas, Sergipe e Amapá.

+++LEIA MAIS: Lula acredita que Bolsonaro não tem força para dar golpe militar, diz jornal

Ataque contra o Judiciário

No domingo, 15 de agosto, o site Metrópoles afirmou que Bolsonaro convocou “necessário contragolpe” em mensagem do WhatsApp. O texto, enviado para amigos, apoiadores e ministros do governo, chama todos para uma manifestação em 7 de setembro com o objetivo de “comprovar e apoiar inclusive intencionalmente” que Bolsonaro e as Forças Armadas têm o apoio para realizar o contragolpe.

A mensagem ainda critica o Poder Judiciário, e cita um suposto “golpe” que estaria avançando “de forma muito mais agressiva, perpetrado pelo Poder Judiciário, esquerda e todo um aparato.” Segundo a reportagem, a manifestação seria uma resposta as ações do STF, como a prisão do político Roberto Jefferson, apoiador do presidente, na última semana.

+++LEIA MAIS: Bolsonaro diz que eleições de 2022 não serão confiáveis: 'Querem eleger na fraude'


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!