William Waack critica Bolsonaro e chama apoiadores de 'fanáticos imbecilizados'

Em artigo de opinião no Estadão, o jornalista William Waack afirmou que quadro mental de Jair Bolsonaro é “para lá de preocupante”

Redação Publicado em 26/08/2021, às 16h08

None
Montagem de Jair Bolsonaro (Foto: Andressa Anholete / Getty Images) e William Waack (Foto: Divulgação)

O jornalista William Waack publicou um artigo de opinião no Estadão nesta quinta, 26, em que critica Jair Bolsonaro (sem partido) e chama os apoiadores do presidente de “fanáticos imbecilizados”.

Nomeado “Ninguém Teme Bolsonaro”, o artigo (confira neste link) conta com diversas críticas do jornalista ao presidente: “Bolsonaro acha que manda, mas não comanda nada a não ser fanáticos imbecilizados em redes sociais que não sabem até agora muito bem onde está o ‘palácio de inverno’ a ser tomado e ocupado. Eles são contra um monte de coisas, mas ainda aguardam uma ordem específica do ‘mito’ sobre em qual direção marchar e qual inimigo precisam aniquilar.”

+++LEIA MAIS: Após chamar Bonner de canalha, Bolsonaro afirma: 'Vem mentir no Jornal Nacional com aquela cara de pastel'

O jornalista também comenta sobre o “quadro mental” do presidente, que, segundo o texto, estaria “para lá de preocupante”: “Quem conversa quase que diariamente com o presidente o descreve como possuído de um quadro mental para lá de preocupante. Bolsonaro está totalmente convencido de que a “conspiração” contra seu mandato começou já no primeiro dia do governo(...)”

Ao longo do texto, Waack tenta explicar os motivos que fazem do “absurdistão da cabeça de Bolsonaro” um “problema real”. O jornalista cita a maneira que o presidente interpreta a Constituição para convocar o “contragolpe” de 7 de setembro, assim como a crença do uso de dispositivos de poder.

+++LEIA MAIS: 'Sei onde está o câncer do Brasil', diz Bolsonaro após derrota de pedido de impeachment contra Moraes

Apesar das diversas críticas ao longo do texto, o jornalista afirma que Bolsonaro está isolado, mesmo quando se trata dos apoiadores. Em conclusão, Waack diz: “O que se teme é a tragédia que ele parece empenhado em provocar.”

Repercussão nas redes sociais

Os comentários de Waack tiveram uma grande repercussão nas redes sociais, e dividiram perfis. Enquanto alguns elogiaram a opinião do jornalista, outros internautas o criticaram e relembraram um comentário racista que fez o profissional ser desligado da rede Globo.

+++LEIA MAIS: Fábio Porchat chama Bolsonaro de ‘mente diabólica do mal’ e diz que governo incentivou atentado ao Porta dos Fundos

Conforme publicado pelo site Metrópoles, o comentarista Rodrigo Constantino foi um dos que criticou o colunista. “William Waack ridiculariza a tese de conspiração contra Bolsonaro, chama seus apoiadores de ‘fanáticos imbecilizados’ e afirma que o ‘arruaceiro institucional’ pode se tornar inelegível pelos tribunais superiores. Ah, e diz que Bolsonaro não tem as ruas também. Será que não?!”


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!