Pulse

Rock in Rio 2019: Com camiseta do Ramones, Nickelback rejeita título de “rock de balada”

O grupo se apresentou no Palco Mundo deste domingo, 6, antes de Imagine Dragons e Muse

Nicolle Cabral Publicado em 06/10/2019, às 21h37

None
Nickelback (Foto: Reprodução Rock in Rio / iHate Flash)

Com Chad Kroeger no vocal e guitarra, Ryan Peake, também guitarra e Daniel Adair na bateria, Nickelback retorna pela segunda vez ao Rock in Rio .

A primeira passagem da banda foi em 2013 ao lado de Bon Jovi. Desta vez, dividem palco com Musee Imagine Dragons. Nos quais, Kroeger, no meio do show, revelou que esteve em uma festa no hotel na noite anterior com os integrantes das duas bandas e que “bebeu Jack Daniel’s demais”. 

Com clima de nostalgia, Nickelback trouxe ao Palco Mundo neste domingo, 6, os hits radiofônicos “Photograph”, “Far Away”, “Hero”, “Rockstar” e “How You Remind Me”.

+++ Leia Mais: Sucesso dos anos 2000, Nickelback volta ao Rock in Rio: 'Temos que disputar mais para sermos ouvidos' [ENTREVISTA]

Ao contrário do Goo Goo Dolls (atração dia 29 de setembro), que ganhou a atenção do público apenas quando o hit “Iris” tocou, Nickelback conseguiu animar - e emocionar -  quem esteve na Cidade do Rock com as músicas que sobrevivem há mais de 20 anos.

Adorado pelo público do festival, mas alvo de críticas, Nickelback possui uma longa lista de títulos. Entre eles, prêmios como Billboard Music, People’s Choice e o posto de “Top Rock Song of Decade” com “How You Remind Me”, pela Billboard. Pela crítica e público que desgosta do grunge romântico, os definem como “rock de balada” e de “festas infantis”

O próprio vocalista, Kroger, durante a apresentação tentou reforçar a pose de rockstar quando subiu ao palco com uma camiseta do Ramones, repertório - além dos hits melódicos - com pedais pesados, guitarras estralando e projeções no telão que remetem o estilo rock n’ Roll.

Dividindo opiniões e público - enquanto alguns só esperavam se emocionar com os sucessos, outros queriam vibrar com uma faceta mais pesada do grupo -, Nickelback quis provar que não aceita rótulos.

+++ Leia Mais: Rock in Rio 2019: Com Bohemian Rhapsody, Brendon Urie mostra potencial de showman


A Rolling Stone Brasil está no Rock in Rio 2019 a convite da Natura Musical