Pulse

Rock in Rio 2019: Com Orquestra, Ludmilla, Buchecha e Fernanda Abreu celebram os 30 anos do funk

Regida por Eder Paolozzi, a Orquestra Funk reuniu uma multidão ao redor do palco Sunset neste sábado, 5

Nicolle Cabral Publicado em 05/10/2019, às 17h52

None
Buchecha e Fernanda Abreu sacudiram o palco Sunset no Rock in Rio (Foto: Renan Olivetti/Divulgação)

Pela primeira vez na história, a Cidade do Rock abriu as portas para atrações voltadas para o funk. Mesmo que em outra roupagem, os batidões do gênero ecoaram nas caixas de som do palco Sunset neste sábado, 5, no Rock in Rio.

Nas vozes de Buchecha, Ludmilla e Fernanda Abreu e com os arranjos de cordas, metais e beats eletrônicos organizados pela Orquestra do Funk - a primeira do Brasil -, os clássicos hits que lotaram os bailes nos anos 2000 fizeram com que o palco secundário do festival ficasse lotado às 15h30 pela primeira vez ao longo desses 6 dias de evento.

O encontro dos 28 jovens que compõe a Orquestra com os MCs que subiram ao palco foi pensado para celebrar os 30 anos do funk no Brasil, desde o lançamento do álbum precursor do gênero no país, Funk Brasil, por DJ Marlboro.

+++ Leia Mais: IZA celebra show no Rock in Rio 2019: "Mais lindo que um sonho"

Morto em abril, MC Sapão também faria parte da reunião. Quando os sucessos do “Eu to Tranquilão” e “Deixa Ela Dançar” tocaram, um áudio do artista foi reproduzido para o público como uma homenagem.

"Que honra, irmão. Que honra! Rock in Rio, 30 anos de funk, junto com essa galera, com esse time selecionadíssimo. Fico agradecido e muito feliz, muito contente, mano".

Debaixo de sol, o público cantou e dançou o repertório recheado de canções clássicas e outras contemporâneas como “Bumbum Granada”, “Vou Desafiar Você”, “Adultério” (de MC Catra, morto em 2018), "Glamurosa", “Baile da Gaiola” e “Vai dar PT”.

Na última, inclusive, o público inflamou o coro de “Ei, Bolsonaro, vai tomar no c*!”.

Inicialmente, Kevinho também faria parte do espetáculo, mas teve a participação cancelada após ser diagnosticado com intoxicação alimentar.

No final de semana anterior, o festival também reuniu outros MCs para celebrar uma das maiores expressões de cultura urbana do país, como Heavy Baile, MC Carol e Tati Quebra Barraco.


A Rolling Stone Brasil está no Rock in Rio 2019 a convite da Natura Musical