Pulse

Rock in Rio 2019: Confiante, Bon Jovi aposta no rock tradicional e conquista o público do festival

Sem se preocupar com a idade dos clássicos, a banda encerrou o primeiro fim de semana do evento com emoção e coro da plateia

Igor Brunaldi Publicado em 30/09/2019, às 02h31

None
Bon Jovi no Rock in Rio 2019 (Foto: Diego Padilha/I Hate Flash)

O Bon Jovi encerrou o primeiro fim de semana de Rock in Rio 2019 do jeitinho que todo mundo queria: com o rock n’ roll tradicional e clássico que eles vêm fazendo há anos. E, com certeza não tinha forma melhor de encerrar essa primeira etapa do festival.

A setlist foi pensada para agradar os fãs mais hardcore e também prender a atenção de quem só estava lá pelos hits.

A postura foi certeira. Os clássicos vieram. Os solinhos marcaram presença. O sorriso satisfeito do vocalista Jon Bon Jovi também. A naturalidade e a leveza de quem tem mais de 30 anos de estrada também se destacou.

+++LEIA MAIS: Rock in Rio 2019: Dave Matthews Band surpreende com jams precisas e potentes

A setlist teve aquelas essências, como "You Give Love a Bad Name", "Have a Nice Day" e "It’s My Life". Todas cantadas com emoção, paixão, em uníssono e a plenos pulmões pelo público. Clássicos serão para sempre clássicos. E, uma surpresa foi "Always", que o grupo já não tocava há algum tempo, acompanhada de "Livin' on a Prayer" para encerrar o show. 

Além da banda em si, outro protagonista foi a própria plateia, que não apenas interagiu, mas demonstrou fanatismo e carinho nostálgico pelas composições.

O tempo que eles tiveram como atração principal do Rock in Rio 2019 foi usado com uma eficiência particular a grupos veteranos.

+++LEIA MAIS: Rock in Rio 2019: Goo Goo Dolls faz show para multidão que só empolgou com “Iris”

Desde a presença de palco do vocalista e galã, até a execução e dedicação profissional de cada um dos integrantes, o Bon Jovi  mostrou que nem é muito necessário tentar se encaixar no cenário musical atual. E isso porque, novamente, clássico serão clássico para sempre. E uma vez que se entra nessa seleção histórica, nenhum esforço para a modernização é necessária.

Pode não parecer, mas para o Bon Jovi, manter-se tradicional é a melhor opção atualmente.


A Rolling Stone Brasil está no Rock in Rio 2019 a convite da Natura Musical