Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Preta Gil denuncia agressões a Gilberto Gil no Catar: 'Violento e assustador'

Gilberto Gil e Flora Gil sofreram ataques verbais de bolsonaristas em estádio no Catar, conforme relatado por Preta Gil

Redação Publicado em 27/11/2022, às 10h33

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Gilberto Gil (Foto: Reprodução / Twitter), Preta Gil (Foto: Divulgação)
Gilberto Gil (Foto: Reprodução / Twitter), Preta Gil (Foto: Divulgação)

Preta Gil desabafou sobre ataques sofridos pelo pai, Gilberto Gil, durante a Copa do Mundo no Catar. Ele e sua esposa e empresária, Flora Gil, foram hostilizados por bolsonaristas no primeiro jogo do Brasil na última quinta, 24.

Nas redes sociais, torcedores compartilharam vídeos das agressões verbais, que incluíam menções a Jair Bolsonaro e a Lei Rouanet - lei de incentivo à cultura. Nos stories, Preta GIl condenou os atos e ressaltou revolta:

+++ LEIA MAIS: Gilberto Gil: Qual é música mais tocada do cantor?

"Meu pai e Flora foram agredidos verbalmente por um bolsonarista violento e assustador. Pensamos parecido a respeito de conviver com o diferente, estamos acostumados, e tentamos de forma muito civilizada essa convivência sem nos sentirmos ameaçados e tão pouco ameaçar!", afirmou.

"Eu, meu pai e Flora jamais iríamos atacar ou xingar um bolsonarista gratuitamente. Eu realmente acho que nem todo eleitor do Bolsonaro seja a escória da humanidade, mas infelizmente esse é. O que ele fez com meu pai foi tão agressivo, tão nojento, que devemos nos revoltar! O bolsonarismo mata e fere, isso tem que acabar," completou.

+++ LEIA MAIS: Gilberto Gil resgata álbum perdido gravado em Nova York em 1982; confira

O músico também se manifestou e destacou como "3º turno dos inconformados" não é benéfico para o país:

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!