Após dificuldades, público que comprou ingressos para o Lollapalooza tem seus dados vazados

RG e CPF dos usuários foram publicadas no site do festival durante a madrugada desta terça, 22
  • Imprimir
Foo Fighters
Divulgação
por Redação
22 de Nov. de 2011 às 15:51

O início das vendas online dos ingressos para o Lollapalooza Brasil teve problemas de segurança e vazamento de dados dos compradores. Em seu Twitter, o hacker Vinícius K-Max indicou falhas na proteção das informações e divulgou dados como RG e CPF dos compradores.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

"Alguém me enviou uma mensagem dizendo que o site do Lollapalooza tá arrombadão e que vale a diversão", postou Vinícius na rede social durante a noite, quando o site do festival apresentava problemas de lentidão e na compra dos ingressos. Em seguida, ele relatou que o site havia se aproveitado do esquema de segurança de um site de ingressos para jogos de futebol, gerando problemas posteriores como a inclusão de jogos do Campeonato Brasileiro na compra do Lollapalooza.

Atualização: “Perdi alguns anos [de vida]”, diz Perry Farrell ao se defender de críticas ao Lollapalooza

Durante a madrugada, o Twitter oficial do Lollapalooza Brasil postou mensagens de que estavam trabalhando para que os acessos fossem normalizados. Nesta tarde, o site estava funcionando com lentidão. A pré-venda vai durar até o dia 4 de dezembro. Nesse período, 20% dos ingressos deverão ser vendidos para aqueles que tinham se cadastrado anteriormente. Nos dias 5 e 6 de dezembro, os outros bilhetes começarão a ser vendidos ao público.

O Lollapalooza Brasil acontece pela primeira vez em 2012. Será realizado nos dias 7 e 8 de abril, no Jockey Club, em São Paulo. Jane's Addiction, Foo Fighters e Arctic Monkeys são as atrações principais, mas ainda estão no line-up MGMT, TV on The Radio, Calvin Harris, Cage The Elephant, Band of Horses, Joan Jett and The Blackhearts, Foster the People, Friendly Fires, Crystal Method, O Rappa, Plebe Rude, Wander Wildner, Marcelo Nova, entre outros.