Avião do Iron Maiden tem “danos graves” depois de pequeno acidente em aeroporto chileno

Dois funcionários foram hospitalizados depois que o Boeing 747 Ed Force One bateu em um caminhão de reboque

Rolling Stone EUA Publicado em 14/03/2016, às 13h14 - Atualizado às 14h12

Ed Force - acidente
Reprodução/Twitter

O avião do Iron Maiden, o Boeing 747 “Ed Force One", que costuma ser pilotado pelo frontman Bruce Dickinson, sofreu “danos graves” depois de ter batido com um caminhão de reboque na pista do aeroporto de Santiago, no Chile, no último sábado, 12. Dois funcionários do local foram hospitalizados, mas não sofreram ferimentos graves. O Iron Maiden, sua equipe e as 20 toneladas de equipamento da banda não estavam dentro do avião na hora do acidente.

"O ‘Ed Force One’ estava conectado a um caminhão de reboque porque seria levado para abastecer”, explicou a banda em um texto no site oficial, no qual disse que um equipamento perdeu uma peça durante o transporte, o que teria causado o acidente. “Estamos torcendo, claro, para que os dois funcionários se recuperem logo, vamos monitorar de perto o progresso deles.”

Apesar de o avião ter ficado danificado, os ícones do heavy metal não cancelaram nenhuma performance na América do Sul e chegam ao Brasil esta semana para uma série de shows.