“Não queria mensagem oposta à sororidade”, diz Claudia Leitte sobre música com Maiara e Maraísa

“Lacradora” chega às plataformas digitais nesta sexta, 8; letra da faixa saiu no início da semana e gerou polêmica nas redes sociais

Anna Mota Publicado em 07/12/2017, às 07h02

Capa do single "Lacradora", de Claudia Leitte e Maiara e Maraísa

Ver Galeria
(2 imagens)

Claudia Leitte soltou a letra do mais novo single dela na última segunda, 4. Fruto da colaboração com a dupla Maiara e Maraísa, “Lacradora” chega nas plataformas digitais apenas na sexta-feira, 8, mas já causou tanta polêmica que ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter. Foi uma disputa acirrada entre críticas e elogios, que a cantora afirmou acompanhar com certa distância. “Em entrevistas, quando me perguntam sobre isso, faço uma reflexão. Quando é divertido eu compartilho, posto. Mas quando não é construtivo eu só ignoro.”

A maior parte dos comentários negativos se direcionava aos inúmeros versos da música que contam com gírias do universo virtual — como “pisão”, “chuva de lacre” e “recalcadas” — e a um possível apoio à rivalidade feminina. “Eu não queria passar nenhuma mensagem oposta à sororidade. As mulheres não são inimigas umas das outras. As ‘inimigas’ [do verso ‘copo na mão/e as inimigas no chão’] são os ‘sentimentos femininos’, como a inveja, a mentira e a arrogância. Inimigos de toda mulher”, explicou.

Tierry, também compositor dos dois mais recentes singles de Claudia, “Baldin de Gelo” e “Taquitá”, escreveu “Lacradora” em parceria com Topera. “Ele é meu parceiro de muitos anos. Em 2014 ele já tinha colaborado comigo em ‘Cartório’ e ‘Foragido’. Sempre golaços.”

Há uma característica que une as três músicas de 2017 da cantora: a proximidade ao reggaeton, gênero latino derivado do reggae que carrega influências do hip-hop, da salsa e da música eletrônica. O ritmo ganhou proporções mundiais neste ano com o fenômeno de “Despacito”, música de Luis Fonsi e Daddy Yankee que estourou após um remix de Justin Bieber. Porém Claudia afirmou que a aposta dela na latinidade veio antes da “moda”. “Eu faço reggaeton desde 2007, com ‘Bola de Sabão’. Em 2015 eu gravei ‘Corazón’, com o Daddy Yankee, mas antes de ‘Despacito’ era muito difícil colocar uma música em espanhol na rádio.”

Em gravadora de Beyoncé e Rihanna, Claudia Leitte grava com Daddy Yankee e mira carreira internacional

“Não vou dizer que foi uma grande estratégia minha, porque não foi. Na verdade foi tudo muito natural”, continuou. “Eu queria cantar em espanhol principalmente pelas influências que sofri morando nos Estados Unidos. Afinal, o México é colado na Califórnia.”

Há dois anos a cantora se mudou para Los Angeles, e desde 2016 está trabalhando com a Roc Nation, gravadora e agência de entretenimento de Jay-Z, que tem no catálogo artistas como Rihanna, Beyoncé, Shakira e DJ Khaled. “O ‘pistolão’, a carreira consolidada [no Brasil]... não adiantam nada. Aprendi que construir uma carreira internacional significa, na verdade, completa desconstrução. Tive que focar em uma nova identidade para me encaixar no mercado.”

Leia a letra completa de “Lacradora” abaixo.

“Lacradora”

“Make ok, salto ok

Cabelo também

Tamo na luta!

Sorriso e amor próprio já ajudam

Tudo bem

Hoje tem

Look bafo

Autoestima lá no alto

Eu não sou fácil

Eu nunca prestei

Eu dou trabalho mesmo

Quem disse que eu sou santa?

Tá procurando paz

Namore a pomba branca

Não provoca, não

E viva a curtição!

Copo na mão

E as inimigas no chão

Copo na mão

E as inimigas no chão

Claudinha lacradora

Dando nas recalcadas

Enquanto a gente brinda

Elas tomam pisão

Provoco o seu desejo

O meu jeito maluca

Lá vem chuva de lacre

Prepara o guarda-chuva!

Muita fechação

E viva a curtição

Brinda, lacradora, brinda aê!

Ninguém vai me parar, eu vou continuar

Brinda, lacradora, brinda aê!

Eu vou viver aquilo que eu sempre quis

Brinda, lacradora, brinda aê!

Espere a contagem pra fazer o brinde

Brinda, lacradora, brinda aê!

Saúde às lacradoras do país

Cheers!

Copo na mão

E as inimigas no chão

Copo na mão

E as inimigas no chão

Maiara e Maraisa

Dando nas recalcadas

Enquanto a gente brinda

Elas tomam pisão”