Kendrick Lamar dispara contra rappers e causa polêmica com participação em música de Big Sean

Drake, J Cole, Wale, Pusha T, A$AP Rocky, Tyler the Creator e até o próprio Big Sean foram desafiados
  • Imprimir
Kendrick Lamar
Frank Micelotta/AP
por Redação
14 de Ago. de 2013 às 14:18

Apenas algumas horas depois que Big Sean revelou sua inédita “Control” a faixa se tornou uma das mais comentadas do momento. Não tanto por causa do dono da música, mas principalmente pelos versos do convidado Kendrick Lamar, que em sua participação de cerca de 3 minutos disparou para todos os lados e causou repercussão intensa.

Em determinado momento, Kendrick lista nomes de rappers de sua geração para dizer que nenhum deles está à sua altura. A mensagem é endereçada nominalmente a Drake, J Cole, Big KRIT, Wale, Pusha T, Meek Millz, A$AP Rocky, Tyler The Creator, Mac Miller e até ao próprio Big Sean. “Tenho amor por todos vocês mas estou tentando acabar com vocês”, diz o rapper.

Ouça a parte de Kendrick Lamar (a faixa completa está mais abaixo):

Nos versos, Lamar aumentou a polêmica ainda a se comparar a grandes nomes da história do rap como Tupac e Notorious B.I.G e propor a discussão de quem é o melhor MC, nomeando-se candidato entre Jay Z, Nas, Eminem, Andre 3000. “Novatos, não se intrometam”, dispara.

As respostas a Kendrick vieram das mais diversas fontes. “Te escuto em alto e bom som”, disse Pusha T no Twitter. Mesmo alguns que não foram citados resolveram se pronunciar. B.o.B. rapidamente soltou faixa em resposta, e o mesmo fez Lupe Fiasco, que em sua música diz: “Aquela merda é insana, olha o bebezinho. Você não é Nas, você não é Jay-Z”. Joell Ortiz, Joe Budden e até o comediante Kevin Hart também se pronunciaram.

Ouça “SLR 2”, de Lupe Fiasco:

Embora tenha surpreendido muita gente, Kendrick Lamar, que no ano passado fez barulho com o disco good kid, m.A.A.d city, em diversas outras oportunidades se pronunciou a favor da competição entre os rappers. No ano passado, a MTV o colocou em primeiro lugar na lista anual de melhores MCs do momento. “Adoro essa competitividade”, disse ele. “Estou competindo com todo mundo para ser o melhor e acho que todo mundo deveria fazer isso”, completou, em entrevista com o site RapUp:

Outro tema recorrente nas rimas de Kendrick Lamar que ele voltou a falar sobre em “Control” são as citações cada vez mais frequentes de rappers a “molly”, o apelido utilizado para ecstasy. Em diversas faixas anteriores ele criticou aqueles que insistem em fazer apologia à droga, mas dessa vez causou polêmica porque envolveu alguém que não tinha muito a ver com a história. “Molly vai transformar esses caras em Lindsay Lohan”, versa o rapper. Quem defendeu a atriz foi seu pai, Michael Lohan, em entrevista com o site Radar Online. “Quem liga? Ele é um idiota, um sem noção. O que você pode dizer para um idiota?”.

Embora “Control” tenha sido amplamente discutida, a faixa não vai integrar o novo disco de Big Sean, Hall of Fame, que será lançado no dia 27 de agosto, por problemas no licenciamento do sampler.

“Control” na íntegra:

Recomendadas