Liniker e Rico Dalasam fazem apresentação performática no CCBB São Paulo

Os shows fazem parte do evento Música.Performance, que conta ainda com a participação do coletivo Ilú Obá de Min e o artista visual Daniel Lie
  • Imprimir
Artista em (Des)Construção
LEILA PENTEADO/DIVULGAÇÃO
por Redação
19 de Abril de 2016 às 10:39

Acontece nesta quinta-feira, 21, no CCBB São Paulo, a 4ª edição do Música.Performance, evento que busca unir a arte performática e a música. Durante esse dia, a programação conta com apresentações do músico Liniker – que faz uma participação especial de meia hora em conjunto com o artista visual Daniel Lie –, o coletivo formado exclusivamente por mulheres Ilú Obá de Min mais a performer Olyvia Victorya Bynum, além da batalha de dança entre um grupo de break e um de vogue, que terá ainda a participação especial do músico Rico Dalasam.

Oriundo da cidade do interior paulista Araraquara, Liniker tornou-se conhecido pela sua militância em nome da causa LGBT e do movimento negro, além de questionar os tradicionais estereótipos e papéis de gênero. Durante a apresentação, o cantor executará as canções que fazem parte do EP Cru (2015). Junto ao músico, Daniel Lie – um dos expoentes das novas gerações artísticas – apresenta a performance Lindinalva e o Bálsamo.

Em seguida, às 20h, quem se apresenta é o coletivo feminino de tambores Ilú Oba de Min. Constituído exclusivamente por mulheres – seu nome quer dizer “mãos femininas que tocam os tambores para o rei Xangô” –, o grupo desenvolve atividades que empoderam as mulheres por meio da arte. Com influência do afoxé, jongo e maracatu, entre outros ritmos do folclore popular, o coletivo busca desconstruir a tradição do candomblé em que as mulheres são proibidas de tocar os instrumentos durante os ritos cerimoniosos.

O encerramento da quarta edição do evento fica por conta de uma disputa de dança entre um grupo de break, dança de rua originada nos anos 1970, em Nova York, como parte da cultura do hip-hop, e um grupo de vogue, dança que surgiu durante os anos 1980 e que foi reforçada pela cantora Madonna com a música homônima de 1990, do álbum I’m Breathless. A performance “Voguing Vs. Breaking” será encabeçada pelos coletivos Afronte e Anomia, e contará ainda com a participação especial do rapper Rico Dalasam, bastante conhecido também pelo seu lirismo militante, que aborda questões que tangem a comunidade LGBT e o empoderamento negro.

4ª Edição Música.Performance
21 de abril, às 17h
CCBB – R. Álvares Penteado, 112 – Centro - São Paulo
Grátis
Mais Informações

Recomendadas