Mick Jagger convoca líder do Tame Impala e brasileiro Alok para EP com duas faixas inéditas e remixes

Além de Kevin Parker e de Alok, o rapper britânico Skepta também participa de Gotta Get a Grip/England Lost, cujas músicas possuem conotação política e já ganharam clipe
  • Imprimir
por Redação
27 de Julho de 2017 às 13:19

Nesta quinta, 27, Mick Jagger lançou um EP solo, chamado Gotta Get a Grip/England Lost. O título vem das duas músicas inéditas apresentadas no trabalho, que ainda conta com quatro remixes.

“England Lost” ganhou uma versão extra, com participação do rapper londrino Skepta. Já “Gotta Get a Grip” aparece em mais quatro variações, uma assinada pelo DJ brasileiro Alok, outra por Kevin Parker, do Tame Impala, mais uma por Seeb e a última feita por Matt Clifford.

Além disso, dois videoclipes das músicas originais também foram divulgados (assista abaixo). Todas as faixas estão disponíveis em um novo canal do YouTube do cantor.

O anúncio aconteceu no Twitter de Jagger, onde ele compartilhou um GIF que mostra a capa do trabalho.


As duas novas músicas de Mick Jagger têm conotação política. O vocalista dos Rolling Stones disse à Rolling Stone EUA que ele compôs as faixas em resposta à “ansiedade e irreconhecibilidade da mudança do panorama político”. Ele acrescentou: “Nós obviamente temos muitos problemas. Então, eu sou politicamente otimista?... Não.”

“England Lost” traz uma batida blueseira e Jagger contando a história de um jogo de futebol desanimador, que serve como analogia para este “difícil momento na nossa história”. Ele continuou: “É sobre não saber onde você está e a sensação de insegurança. É assim que eu estava me sentindo quando compus. E, obviamente, tem uma quantidade considerável de humor, porque não gosto de nada tão ‘na sua cara’, mas também tem um senso de vulnerabilidade de onde estamos como país.”

Ouça a música e assista ao clipe abaixo.

Já “Gotta Get a Grip” é um rock mais ríspido e dançante, ainda que traga um caráter sinistro. O vídeo se passa em um opulento clube noturno no qual extravagância e excesso chegam a um ponto de ebulição e explodem em caos, com Jagger cantando contra tudo desde ganância até xenofobia. “Everybody's stuffing their pockets, everybody's on tape”, ele entoa. “The news is all fake/ Let 'em eat chicken and let 'em eat steak/ Let 'em eat shit, let 'em eat cake.”

“A mensagem que presumo é – apesar de todas aquelas coisas que estão acontecendo, você tem que continuar com a sua vida, ser você e tentar criar seu próprio destino”, disse Jagger sobre a música. Ele comentou que escreveu “Gotta Get A Grip” e “England Lost” em abril e escolheu lançá-las como faixas individuais em vez de colocá-las em um álbum. “Não queria esperar até o ano que vem, quando essas duas músicas poderiam perder o impacto e significar nada.”

Veja o clipe e ouça “Gotta Get a Grip”.

Jagger também comentou sobre os gostos musicais atuais dele, dizendo que frequentemente faz playlists com recomendações de pessoas mais jovens da família e as antiguidades favoritas. “Ouço R&B e pop e misturas estranhas de coisas velhas e novas e também faço minhas playlists aleatórias como todo mundo”, disse. “As últimas coisas que coloquei em uma playlist foram Kendrick Lamar, Skepta, Mozart, Howlin’ Wolf, Tame Impala, faixas obscuras de Prince e soul clássico do The Valentine Brothers. Gosto muito de Kendrick Lamar; ele também está falando sobre descontentamento e ele realmente domina isso. Achei que o trabalho dele e o que Skepta também está fazendo são muito interessantes e muito precisos.”

Recomendadas