Pirataria com Lua Nova entra na reta da Summit

Produtora intima YouTube a revelar identidade de usuários que postaram trechos do filme
  • Imprimir
Lua Nova
Still
por Da redação
1 de Dez. de 2009 às 11:14

Lua Nova, o segundo episódio da franquia Crepúsculo, está longe de passar vergonha nas bilheterias - teve uma das melhores estreias de todos os tempos nos Estados Unidos, com mais de US$ 140 milhões no primeiro fim de semana, e a esta altura já deve ter ultrapassado os US$ 500 milhões em arrecadação global (o filme, aliás, já foi visto por cerca de três milhões de brasileiros). Mas a Summit Entertainment, produtora responsável pela saga vampiresca, não está de todo contente: acionou seus advogados para processar indivíduos que teriam colocado partes do filme, usadas em campanhas promocionais, no YouTube.

Uma cópia do documento, com detalhes sobre o processo, aberto numa corte californiana, foi publicada no site da revista Hollywood Reporter. Clique aqui para ver.

Outra exigência legal da Summit foi direcionada ao YouTube: o portal de vídeos recebeu uma intimação para que revele a identidade do infrator. Os trechos de Lua Nova já foram removidos do site.

O YouTube não comentou se pretende acatar ou rebater a decisão da Summit. Em 2007, por conta de outra intimação judicial, o portal precisou desmascarar a identidade de dois usuários. O pedido veio da Fox, insatisfeita com o fato de episódios inteiros da série 24 terem ido parar no site.

Quisera a produtora que o YouTube fosse a única fonte de dor-de-cabeça: na semana passada, o filme - que traz um triângulo amoroso entre a garota Bella (Kristen Stewart), o vampiro Edward (Robert Pattinson) e o lobisomem Jacob (Taylor Lautner) - se tornou o filme mais pirateado no BitTorrent. Na mesma época, o site Mininova, marco no compartilhamento gratuito de arquivos, encerrou suas atividades após uma decisão da justiça holandesa ordenar a retirada de qualquer torrent protegido por direitos autorais.

Em dobro
Mais novidades a respeito da saga Crepúsculo: Wyck Godfrey, produtor da saga, deu a entender que Amanhecer, quarto e último livro da série de Stephenie Meyer, poderá render dois filmes. Godfrey, em entrevista ao site Collider, afirmou ainda não haver roteiro pronto e que as decisões serão tomadas somente quando ele for desenvolvido.

Eclipse, dirigido por David Slade, está em fase de pós-produção e já tem data marcada para entrar em cartaz: 20 de junho de 2010.

Recomendadas