Polícia de Orlando impede sequestro de Lana Del Rey; entenda o caso

Após denúncia, o suspeito foi preso e acusado de perseguição grave e tentativa de sequestro

Rolling Stone EUA Publicado em 05/02/2018, às 12h36 - Atualizado às 17h47

Lana Del Rey em cena do videoclipe de "Lust for Life"
Reprodução/Vídeo

Na noite do último sábado, 3, a polícia de Orlando, nos Estados Unidos, prendeu Michael Hunt, de 43 anos, antes que ele conseguisse entrar em um show da cantora Lana Del Rey. Hunt era suspeito de planejar o sequestro de Lana, e foi preso perto do Orlando’s Amway Center, local onde seria a apresentação.

Ele foi acusado de perseguição e tentativa de sequestro, após publicar em suas redes sociais posts e vídeos de ameaça à cantora. Segundo o jornal Orlando Sentinel, Hunt frequentemente usava o Facebook para declarar sua obsessão à cantora. Na terça, dia 30, ele publicou “Quero ver minha rainha na sexta, e a partir desse dia, nossas decisões serão uma só”, e no dia seguinte, 31, postou um vídeo de 17 minutos em que dizia “Provavelmente vou terminar a turnê com ela, e dançar, conversar e decidir o que faremos depois.”

Hunt está detido na prisão de Orange County, e de acordo com a polícia, que conseguiu interceptar o acusado antes que ele chegasse perto da cantora, no momento da prisão ele levava consigo o ingresso do show e uma faca, mas “em momento algum ele entrou em contato” com ela.

O Orlando Sentinel também acrescentou que Hunt já havia sido preso cinco vezes, por acusações de assalto à mão armada, roubo de carros e falsificação.

No domingo, 4, Lana Del Rey tuitou uma mensagem aos fãs: “Oi pessoal. Estou bem, obrigado pelas mensagens. Amanhã estaremos em Hotlanta e mal posso esperar para ver todo mundo. Incluindo você, Yachty”.