Prophets of Rage solta a música “Unfuck the World” com clipe dirigido por Michael Moore

Single antecipa o disco de estreia do supergrupo, com lançamento marcado para o dia 15 de setembro
  • Imprimir
por Rolling Stone EUA/Redação
1 de Junho de 2017 às 13:30

O Prophets of Rage ataca Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, ditadores autoritários, racistas e qualquer um que queira “atingir os fracos e inocentes” na truculenta “Unfuck the World”, música divulgada nesta quinta-feira, 1º. A faixa antecipa o disco de estreia autointitulado do supergrupo, com lançamento marcado para 15 de setembro.

A banda, formada por membros do Rage Against The Machine, do Audioslave, do Public Enemy e do Cypress Hill — Tom Morello (guitarra), Tim Commerford (baixo e vocais), Brad Wilk (bateria), DJ Lord (pick-ups), Chuck D (vocal) e B-Real (vocal) — se uniu ao diretor Michael Moore (Fahrenheit 11 de Setembro) para o clipe de “Unfuck the World”.

O vídeo intercala cenas de shows da banda e imagens de diversas coisas a que o grupo se opõe: Trump, o vice-presidente norte-americano Mike Pence, a brutalidade policial, várias facetas do complexo militar-industrial, notícias falsas, a produção de carne em massa, o comercial da Pepsi feito por Kendall Jenner e, aparentemente, selfies da socialite Kim Kardashian.

Em um comunicado à imprensa, Moore se declarou “emocionado em estar trabalhando novamente com velhos amigos e camaradas que lutam por um mundo justo.” “Prophets of Rage é a banda certa, dizendo as coisas certas, em um momento muito crítico”, acrescentou o diretor. “Estou orgulhoso de ter dirigido esse vídeo e peço que todos façam sua parte para que possamos ‘unfuck’ o mundo.”

A música irá integrar o primeiro disco de estúdio do Prophets of Rage. O ganhador do Grammy Brendan O’Brien, conhecido por ter trabalhado com grandes nomes como Bruce Springsteen, AC/DC, e a antiga banda do guitarrista Tom Morello, Rage Against the Machine, irá produzir o LP (Brendan também trabalhou na produção do primeiro EP da banda, Prophets of Rage, lançado em 2016).

“Existiam ritmos antes de existirem palavras”, disse Morello em um comunicado. “A música tem a habilidade de refletir e transformar os tempos. Existe uma longa história desde ‘We Shall Overcome’ até os Sex Pistols.”

O Prophets Of Rage foi formado durante a tumultuada eleição de 2016 dos Estados Unidos, para se opor à candidatura do atual presidente Trump. De maio a outubro do ano passado, eles viajaram pelo país com a turnê Make America Rage Again, que contou com duas apresentações em São Paulo em maio, uma no Maximus Festival 2017 e outra na Audio.

Veja abaixo o clipe de “Unfuck the World”:

Tracklist de Prophets Of Rage:

1. "Radical Eyes"
2. "Unfuck the World"
3. "Legalize Me"
4. "Living on the 110"
5. "The Counteroffensive"
6. "Hail to the Chief"
7. "Take Me Higher"
8. "Strength in Numbers"
9. "Fired a Shot"
10. "Who Owns Who"
11. "Hands Up"
12. "Smashit"

Recomendadas