Rock in Rio 2017: Andreas Kisser, do Sepultura, se une à Família Lima para tocar temas de Star Wars

Evento aconteceu na Oi Game Arena e também contou com a presença do Droide BB-8 e do DJ Elliot Hansen, da Disney
  • Imprimir
por Anna Mota, do Rio de Janeiro
23 de Set. de 2017 às 19:47

O sábado, 23, era o dia do The Who e do Guns N' Roses no Rock in Rio. Mas o rock foi deixado de lado por meia hora no evento, quando o universo Star Wars invadiu a Oi Arena, parte da Game Experience, uma das novidades desta edição do festival.

Um pouco antes das 18h30, a porta do estádio estava tomada por uma imensa fila que ansiava pelas novidades do novo filme da saga. Quando o público tomou os lugares da arena, o apresentador Luciano Amaral (o Pedro, de Castelo Rá Tim Bum) anunciou a entrada de DJ Elliot Hansen. "Diretamente de Orlando para o Brasil, ele vem apresentar remixes exclusivos de Star Wars!", anunciou.

40 anos de Star Wars: leia nossa análise sobre todos os filmes

O norte-americano mesclou músicas da trilha sonora e trechos de falas do filme com faixas pop, como "Mas Que Nada", na versão de Sérgio Mendes e Black Eyed Peas, e "Don't Stop the Party", do Pitbull. Os remixes foram contagiantes, mas pelo fato do público estar sentado a dinâmica não funcionou muito bem.

O clima mudou com a participação do Droide BB-8, personagem da saga que fez a primeira aparição no Brasil no Rock in Rio. A emoção foi tanta que o pequeno robô até perdeu a cabeça (literalmente).

Depois do incidente, o BB-8 deixou o palco para que as atenções se voltassem para um curto trailer inédito de Star Wars: Os Últimos Jedi, que estreia em 14 de dezembro nos cinemas.

O evento foi fechado por uma interessante apresentação de Andreas Kisser, guitarrista do Sepultura, ao lado de Lucas Lima e Moisés Lima, do grupo Família Lima. Os pesados riffs de Kisser se mesclaram à clássica sonoridade da flauta transversal e do violino do grupo em clássicos da trilha de Star Wars, como "The Imperial March".

Recomendadas