Stella McCartney deixará de usar lã em peças de roupa após denúncia de maus tratos a animais

Estilista afirmou que vai considerar alternativas veganas, assim como faz com o couro e a pele

Redação Publicado em 19/08/2015, às 13h57 - Atualizado às 15h41

.
Joel Ryan/AP

No ano passado, a estilista Stella McCartney introduziu ao mundo da moda uma lã produzida de maneira sustentável na região da Patagônia. Vegetariana, a filha de Paul McCartney é conhecida por discutir publicamente as questões ambientais ligadas ao consumo.

Doze escândalos do mundo da moda.

A parceria entre Stella e a empresa Ovis 21 (que fornecia a lã para as peças dela), no entanto, foi rompida recentemente após uma denúncia do PETA. A ONG apresentou uma série de documentos que comprovavam que a extração do material gerava sofrimento aos animais.

Doze grandes músicas de George Harrison pós-Beatles.

"Estou muito triste em anunciar que tivemos que cessar o abastecimento de lã sustentável da Ovis 21, na Patagônia. Isso nasceu como uma iniciativa maravilhosa para ajudar a proteger milhões de acres de vegetações em extinção na Patagônia, enquanto cuidávamos do bem-estar dos animais. Infelizmente, após conduzirmos nossa própria investigação na Argentina, seguindo as imagens angustiantes divulgadas pelo pessoal do @officialpeta, descobrimos que um dos 26 ranchos que usávamos como fonte de lã sustentável maltratavam ovelhas”, afirmou a Stella em post no Instagram.

As grandes parcerias de Paul McCartney no além-Lennon.

"Como uma estilista que construiu uma marca em cima da ideia de não usar couro, pelo ou peles de animais em suas criações, eu não posso tolerar isso! Estou devastada pelas notícias e mais determinada do que nunca a brigar pelos direitos dos animais na moda. Vou monitorar mais de perto todos os fornecedores envolvidos nesta indústria que acaba com vidas inocentes. Nós também estamos pensando em lã vegana, da mesma maneira que conseguimos desenvolver e incorporar boas alternativas ao couro ao longo dos anos", finalizou.

As a designer who built a brand on not using leather, fur or animal skins in its designs, I can't tolerate it! I am devastated by the news but more determined than ever to fight for animal rights in fashion together and monitor even more closely all suppliers involved in this industry to end all innocent lives. We are also looking into vegan 'wool' as well, in the same manner we were able to develop and incorporate high-end alternatives to leather and fur over the years. @officialpeta @patagonia #patagoniawool

Uma foto publicada por Stella McCartney (@stellamccartney) em