Brincando de ser Deus: atores que interpretaram o Todo Poderoso no cinema

Redação Publicado em 07/05/2013, às 18h17 - Atualizado às 18h38

Galeria Deus - Abre
Reprodução/vídeo

Morgan Freeman

Esse é o nome que as pessoas lembram de cara, quando o assunto é “atores que fizeram Deus no cinema”. Em Todo Poderoso, ele ensina a lição de como é difícil estar no controle de todo o universo. O ator reencarnou o papel na sequência A Volta do Todo Poderoso.


Alanis Morissette

Em Dogma, a cantora passou a integrar a minguada lista de “Deusas”. Kevin Smith revelou que, de início, queria Emma Thompson no papel, mas a gravidez da atriz atrapalhou os planos.


Rob Zombie

Em Super, basicamente ouvimos a voz dele, apenas, e vemos suas garras assustadoras. Na história do filme, um cara comum (Rainn Wilson, de The Office) se transforma em super-herói bem intencionado, mas pouco habilidoso.


George Burns

Assim como ele mesmo diz no trailer de Alguém Lá em Cima Gosta de Mim, “não era exatamente o que você esperava”. Aqui, Deus é um velhinho meio mau-humorado que quer que um funcionário de supermercado espalhe sua mensagem pelo mundo.


Charlton Heston

Em Quase um Anjo, Heston viveu um Deus tradicional, da forma como ele é imaginado desde sempre, com direito até a roupas claras esvoaçantes.


Whoopi Goldberg

Ela já tinha feito o papel de Deus em um especial de Natal dos Muppets e na série de TV Tracey Takes On.... Em 2011, Whoopi participou da comédia romântica Pronta Para Amar, na qual Kate Hudson vive uma mulher com câncer que conversa com Deus enquanto passa por uma cirurgia.


Ralph Richardson

Na comédia de 1981 Os Bandidos do Tempo, escrita por Michael Palin e Terry Gilliam (que também dirigiu), Richardson é o Ser Supremo, um Deus que lida com o mundo da forma como um homem de negócios burocrático lida com sua empresa.


Gene Hackman

Em Embalos a Dois, Deus (que aparece na forma de uma luz amarela) está com saco cheio da humanidade e quer destruir a Terra. Cabe aos personagens de John Travolta e Olivia Newton-John convencê-lo de que há coisas boas nos humanos. Esse foi o primeiro filme da dupla depois do sucesso de Grease – Nos Tempos da Brilhantina (por isso ganhou esse título em português), mas o longa foi um fracasso.


Groucho Marx

Em Skidoo se Faz a Dois, Groucho Marx vive um Deus bem distante de todos os dogmas: vende drogas para crianças e gosta de fumar maconha.


Antônio Fagundes

Em Deus é Brasileiro, Deus novamente é um mau-humorado e mais uma vez está de saco cheio da humanidade – aí resolve tirar férias. Mas antes, tenta achar um substituto no Brasil.


Bônus: Joan of Arcadia

Nesta série, a protagonista Joan falava com e via Deus, que tomou diversas formas ao longo das duas temporadas. Entre elas, a de Will.i.am, Zachary Quinto (ainda em começo de carreira, pré-Heroes) e Kathryn Joosten.


Porta dos Fundos - Deus por felippeabrahao no Videolog.tv.

Bônus: Porta dos Fundos

Na interpretação da produtora Porta dos Fundos da chegada aos céus, os polinésios estavam certos a respeito de quem é e “como funciona” Deus, e somente eles podem entrar no paraíso.