Casamento e música: 10 clipes com o matrimônio como tema

Redação Publicado em 21/08/2013, às 18h33 - Atualizado às 18h43

Galeria – Clipes com casamento – Guns N’ Roses
Reprodução / Vídeo

Katy Perry reclama que o quase-futuro-marido é bipolar no clipe de “Hot n Cold”. Mas, se você prestar atenção, é ela que abandona a fofura e se transforma em uma noiva perseguidora acompanhada por uma gangue de outras moças de vestido branco. Afinal, um friozinho na barriga antes de dizer o famoso “sim” é mais do que normal. Mas perseguir com um bastão de beisebol na mão, bom, não é nada saudável.
Sempre bem-humorados, os três integrantes da Banda Uó decidiram transformar o clipe para a balada “Cowboy”. Como vamos aprender nesta lista, casamentos costumam não ter final feliz no universo dos clipes pop. Com Mateus Carrilho, Davi Sabbag e Mel Gonçalves não foi diferente. Dirigido por Carrilho, o vídeo cria um drama entre os integrantes, que vivem um triângulo amoroso com final violento.
Aos 26 anos de idade, Madonna entendia o pop como muita gente, em pleno ano 2013, sequer sonharia. “Like a Virigin” explora a imagem da mulher independente dos anos 80. O vídeo é todo cheio de signos e mensagens escondidas. Entre diversas situações, Madonna aparece com um vestido de casamento, carregada pelos braços do novo marido.
Tinha que ser Mariah Carey para encher de açúcar nossa lista de amores azedos. Mas lá está ela e o clipe de “We Belong Together”, hit radiofônico de 2005. O vídeo é um dos poucos com final feliz, mas isso não quer dizer que o casamento tenha dado certo. Mariah está prestes a casar com o personagem de Eric Roberts, um homem mais velho, mas é apaixonada por outro, o jovem Wentworth Miller (Prison Break). Como estamos falando de Mariah, o amor verdadeiro prevalece. E bye-bye, casório.
O ano era 1991 e o clipe de “November Rain” evidenciava a força da MTV após a década de 80. O clipe do Guns N' Roses de 9 minutos de duração tem roteiro, drama e uma grande produção. Para se ter uma ideia, o orçamento do clipe foi de US$ 1 milhão. Primeiro melhor momento: o padrinho e guitarrista Slash aparece fumando um cigarro dentro da igreja e percebendo que esqueceu as alianças. Segundo melhor momento: o terno roxo de Axl no momento em que vai cortar o bolo de casamento.
O clipe de “I Write Sins Not Tragedies”, do Panic! At The Disco, talvez mostre o mais desastrado dos casamentos da lista. Começa com o boato de que a noiva talvez não seja tão fiel quanto o futuro marido imagina, segue com uma gangue de palhaços invadindo a cerimônia e, por fim, a moça mostra que fidelidade não era, de fato, o forte dela.
Antes de tudo, é bom lembrar que Steven Tyler já tinha 49 anos em 1997, quando lançou “Falling in Love (Is Hard on the Knees)”, mais um hit para a coleção dele e de Joe Perry. O clipe do Aerosmith foi dirigido por Michael Bay, também antes de ele estourar como diretor de Armagedon. O vídeo fazia uma sátira aos clipes de grunge da época e, entre as citações, está a mania de casamento em clipe de roqueiro. Aqui, contudo, a noiva abandona o altar depois que recebe uma lambida na orelha. Pois é, uma lambida.
“My Prerogative” não é uma canção original, mas, sim, um cover de Bobby Brown. Ainda assim, a letra encaixou-se como uma luva na situação vivida por Britney Spears e o embate dela com a imprensa naquele ano de 2004. O mais curioso nesse clipe todo, contudo, é o fato de ela se casa, numa mistura de cerimônia religiosa e festa, toda de preto, com um sujeito chamado Kevin Federline, então noivo dela na vida real. É um dos poucos vídeos em que o casório não tem um final trágico – na ficção, que fique claro.
Nunca, nunca, nunca deixe Beyoncé nervosa. Em “Best Thing I Never Had”, ela canta com raiva sobre como está bem sem o sujeito que não a valorizou. São versos malvados como “eu super te superei”, “deve ser horrível ser você agora”, entre outros. O que Beyoncé quer dizer é: ela está apaixonada por outro, vai se casar, e ainda detesta você de montão.
Depois de tanto chororô e casamento desfeito no altar, barracos mil, entre outras peculiaridades, decidimos terminar a lista de clipes com casórios com algo solar e encorajador. Por isso, aqui está Marcelo Jeneci com “Pra Sonhar”, uma delicada canção que retrata o casamento do próprio músico e ilustrado por imagens de cerimônias reais. Uma fofura de ver e ouvir.