Cinco filmes influenciados por Star Wars

Paulo Cavalcanti Publicado em 16/12/2015, às 14h49 - Atualizado às 15h05

Galeria - 5 influenciados por Star Wars - abre
Reprodução

Ninguém ficou imune ao fenômeno Star Wars. Várias imitações surgiram logo depois que o primeiro clássico ganhou o mundo. Claro, os resultados nem chegaram perto do influente filme de George Lucas, mas isto só confirmou que a ficção científica tinha voltado com tudo. A seguir, alguns filmes que tentaram trazer a Força para o lado deles.



Por Paulo Cavalcanti


Galactica: Astronave de Combate (1978)



Com a explosão de Star Wars no cinema, logo os executivos da TV correram para não ficarem para trás e começaram a desenvolver conteúdo original de ficção científica. A série Galactica: Astronave de Combate, estrelada por Richard Hatch e Lorne Greene, foi lançada originalmente em 1978, e ganhou uma sequência em 1980. A ação se passava em um sistema solar distante onde os seres humanos viviam em um grupo de planetas chamado 12 Colônias. Depois de uma guerra cibernética com uma raça chamada Cylons, os humanos restantes tinham como missão encontrar a Terra. De 2004 a 2009 foi ao ar um remake, Battlestar Galactica, que trazia tom mais sério.


O Buraco Negro (1979)



A ação desse filme produzido pela Disney e dirigido por Gary Nelson se passa em um futuro indeterminado. Uma nave espacial chamada USS Palomino está a caminho da Terra quando esbarra na USS Cygnus, que havia sido dada como desaparecida. Kate McCrae (Yvette Mimieux) é uma cientista servindo na USS Palomino que descobre que o pai havia trabalhado na mesma nave. Ao chegar na Cygnus, a equipe da Palomino se depara com o Dr. Reindhardt (Maximilian Schell) e seu estranho exército, que tem como intenção explorar o buraco negro espacial. O longa é interessante e tenta levar a ação intergaláctica de Star Wars para um lado mais cerebral.


Mercenários da Galáxias (1980)



O produtor e diretor Roger Corman foi o rei dos filmes B. Quando notava algo fazendo sucesso, procurava fazer algo similar, obviamente com recursos bem mais limitados dos que os originais. Nesta obra de Corman, Richard Thomas vive Shad, um jovem fazendeiro que tenta defender seu planeta das garras de um tirano chamado Sador (John Saxon). Para isto, ele recruta um time de mercenários composto por nomes conhecidos na televisão e cinema, como George Peppard e Robert Vaughn. Talvez por não se levar á sério, Mercenários da Galáxias garante diversão e risadas involuntárias.


Krull (1983)



Nesta mistura de fantasia com ficção cientifica dirigida por Peter Yates, o foco está no planeta Krull, onde uma criatura chamada A Besta acaba com o exército local e sequestra a princesa Lyssa (Lysette Anthony) antes de ela ser coroada rainha. O namorado de Lyssa, o Príncipe Colwyn (Ken Marshall) lidera um bando de guerreiros para resgatá-la e derrotar a Besta. Krull também recicla ideias e situações de Star Wars. Com o passar do tempo, se tornou um flme cult.


S.O.S. - Tem um Louco Solto no Espaço (1987)



Desde que chegou aos cinemas em 1977, Star Wars foi parodiado inúmeras vezes em programas de televisão, histórias em quadrinho, videogames e em outros meios. Mas nunca a avacalhação foi tão explicita quanto neste filme dirigido pelo veterano Mel Brooks. Infelizmente, S.O.S. - Tem um Louco Solto no Espaço foi lançado um bom tempo depois do impacto do Star Wars original e assim não chamou tanta atenção. De qualquer forma, o longa tem seus bons momentos e consegue divertir sem compromisso. O melhor mesmo é ver o comediante Rick Moranis vivendo o vilão atrapalhado Capacete Negro, uma homenagem/gozação a Darth Vader.