Jackass: elenco comenta os dez momentos mais chocantes da franquia

Rolling Stone EUA Publicado em 07/10/2015, às 18h56 - Atualizado às 20h25

Galeria - Jackass - abre
Reprodução

A venerada série da MTV – que transformou Johnny Knoxville e sua gangue de skatistas extremistas malucos em estrelas – Jackass completou 15 anos de idade esta semana.



Para comemorar o aniversário, a Rolling Stone EUA chamou os responsáveis pelas loucuras registradas na TV e nos cinemas para falar sobre os momentos mais insanos e chocantes de Jackass. Veja o resultado a seguir!


Idosos se comportando mal



Stephen "Steve-O" Glover: É sempre engraçado ver pessoas velhas fazendo algo idiota.



Jason "Wee-Man" Acuña: Vai chegar um dia em que nós estaremos em uma dessas casas de caras velhos, tatuados, enrugados, falando sobre Jackass. Aquilo dá uma prévia desta cena.


Cheiradores de wasabi



Wee-Man: Steve-O sempre precisava fazer algo, aquele tipo de coisa para chamar a atenção. Beleza, por que não aspirar wasabi pelo nariz?



Steve-O: Eu usava muita cocaína. Não foi nem tão difícil comparado ao que eu estava fazendo com meu nariz regularmente. Não doeu tanto quanto achei que iria. Valeu a pena porque eu vomitei.


Piscina de bolinhas com anaconda



Johnny Knoxville: Cobras são como touros. Muito cooperativas.



Wee-Man: Estávamos eu, Dunn e Knoxville na piscina de bolinhas com duas anacondas dentro. Dunn é picado pela primeira, e deixa-a escapar. A anaconda começou a se enrolar em volta de Dunn e apertá-lo. Você ouvia Dunn tipo: “Uhh!” – e você vê-lo caindo pelo lado apenas para conseguir tirar a cobra dele. Foi intenso. Então Knoxville é picado. Livrei-me daquilo facilmente porque tinham apenas duas lá.



Knoxville: Eu tinha uma fita elétrica em volta dos meus punhos, porque eu não queria que picassem minhas artérias. Depois que gravamos, o cara estava tipo: “Uma dessas cobras arrancou o músculo da barriga de uma pessoa um dia desses”. Obrigado por dizer isso só depois.


Coquetel de bosta supremo



Wee-Man: Foi horrível estar lá. E você não pode usar fezes humanas, então só tem merda de cachorro e cavalo, porque há regras de saúde conta fezes humanas. Assim que lançaram aquela coisa, choveu merda para todo lado. As pessoas da produção, que estavam há uns 30 metros dali, chegaram a vomitar. Foi uma grande bagunça para gravar aquilo.



Steve-O: Quando você está rodando Jackass e não está disposto a ficar paralítico ou morrer, ou correr o risco, você fica de fora de um monte de coisa. Achei aquilo bem seguro. Mas eu poderia ter adquirido uma hepatite facilmente.


Raio-X com carrinho de brinquedo



Dave England: Ele (Dunn) saiu andando todo engraçado com aquilo enfiado na bunda, até quando pensou que ninguém estava gravando. Então ele começou a andar normalmente.



Chris Pontius: Alguns traseiros são mais largos que outros.



Knoxville: Fomos a dois médicos diferentes para tirar o raio-X. Um não foi muito bom. Então andamos até aquele lugar e ficou bom.


Tatuagem em rali



Wee-Man: Acho que foi a primeira tatuagem dada por Jeff, e ele estava tentando fazer uma carinha feliz no braço de Steve-O, na traseira de um jipe no meio de uma estrada não pavimentada.



Steve-O: Uma vez fomos gravar em uma ilha remota de Bornéu, com uma tribo indígena. E uma das pessoas da tribo apontou para o meu braço e disse: “Off-road tattoo!” (“Tatuagem no rali!”) Não posso me esconder nem em Bornéu, na Indonésia! Foi ali que realmente percebi o alcance global da franquia.


Manobra de moto quebra-pênis



Knoxville: Aquela vez foi bem estranha. Eu não ia fazer uma manobra para aquele programa, mas você chega lá e está todo mundo se divertindo e fazendo manobras. Pensei: “Cara, eu consigo fazer aquilo – consigo dar um backflip”. Eu mal consigo andar de moto! Então aquilo acabou sendo uma boa gravação... Evel Knievel foi de grande influência para mim.


Gangorra com touro



Pontius: Tenho mais medo de touros do que qualquer outro animal.



England: Touros tem alguma coisa da qual Knoxville não se cansa. Ele ama isso. Ele fica sorrindo e dando gargalhadas. É como um monstro que é real e ele realmente quer te matar.


O anzol



Steve-O: Aquilo foi bem sinistro. Coloquei um anzol de peixe no meu rosto duas vezes. Na primeira vez tínhamos um cara profissional em colocar piercing, mas depois o diretor veio até mim. Ele disse: “Ei, cara, aquele cara do piercing é meio estranho. Queremos que você faça isso novamente só que com Pontius”. Um dos meus superpoderes é que me sinto totalmente irresponsável em relação a qualquer coisa que eu fizer perto de tubarões.


Vulcão de merda



England: Comi tudo que eles tinham no departamento de comida o dia inteiro. Não tinha ingerido cafeína em um mês, e bebi dois energéticos Red Bull gigantes. Então, fui colocado debaixo daquela mesa: “Vocês estão prontos? Eu estou”. Eles falaram tipo: “Mais uma coisa”. E então Chris aparece com um enema. Eu não preciso de enema! Aquilo foi como ser estuprado.



Wee-Man: Todos tínhamos funções diferentes: Preston era o gordinho, Wee-Man o pequeno, Steve-O o cara que vomita, Chris Pontius o galã, quieto e maluco. Bam era o doidão, Dunn inventaria algo do nada, Knoxville era o completamente insano. E Dave... Dave era o estranho.



England: Ninguém queria ficar perto, mas [o produtor] Jeff Tremaine fez todo mundo fazer aquilo contra a vontade deles. Veja bem: atingiu, tipo, um metro de altura! Aquilo caiu na minha boca. Como aquilo entrou em um filme? Isso não é doido? Não acreditei até que estava num cinema de verdade, com pessoas comprando ingressos. A cena estava lá, e eu recebi uma mensagem de texto da minha mãe: “Não sabia que você sabia fazer um vulcão com sua bunda.”