Os filmes mais aguardados pela Rolling Stone Brasil em 2014

Redação Publicado em 01/01/2014, às 09h37

Galeria – filmes aguardados de 2014 – capa – Hobbit

Ver Galeria
(5 imagens)


Veronica Mars (14 de março, nos EUA)

Depois de ir ao ar de 2004 a 2007, na TV, a série acabou e deixou saudade. Mas a vontade dos fãs para que tivessem um pouquinho mais da história protagonizada por Kristen Bell foi tamanha que, ao verem o projeto de um longa-metragem no Kickstarter, site de crowdfunding, eles se mobilizaram e conseguiram arrecadar US$ 1 milhão em apenas quatro horas. O projeto foi confirmado – é claro – e irá para os cinemas neste 2014 – não há confirmação de chegada ao Brasil, mas aqueles que colaboraram com o crowdfunding receberão o longa em seus respectivos endereços de e-mail. (Ao lado, o vídeo da campanha publicado no Kickstarter).


Jupiter Ascending (8 de agosto)

Os irmãos Andy e Lana Wachowski, criadores e diretores da trilogia Matrix, nunca esconderam o gosto pela ficção científica. Nesta nova aventura, Mila Kunis é Jupiter Jones, uma terráquea que se vê caçada por uma raça de alienígenas e protegida por Caine (Channing Tatum).


Godzilla (16 de maio)

O ano de 2014 não será fácil para Bryan Cranston (Breaking Bad), Aaron Taylor-Johnson (Kick-Ass), Juliette Binoche (Elles), Elizabeth Olsen (A Casa Silenciosa) e Ken Watanabe ( Cartas de Iwo Jima ). Eles estão no elenco do remake que levará o famoso monstrengo japonês de volta à vida, pronto para destruir a humanidade – será que desta vez ele consegue?


Planeta dos Macacos 2: O Confronto (11 de julho, nos EUA)

Dez anos se passaram desde os acontecimentos de Planeta dos Macacos: A Origem (2011), na trama da franquia que pretende contar a origem de todo o confronto entre humanos e símios. Neste segundo longa, Ceasar (interpretado por Andy Serkys através de computação gráfica) já lidera um grupo de macacos e a humanidade sofre com efeitos de um vírus que quase dizimou toda a população, uma guerra e, por fim, precisa lidar com os macacos evoluídos, inteligentes e dispostos e entrar em confronto pela soberania da Terra. Ou seja, não está fácil ser humano no filme de Matt Reeves (Deixe-me Entrar).


Interstellar (7 novembro, nos EUA)

Christopher Nolan, da trilogia Batman: O Cavaleiro das Trevas e A Origem, volta à ativa com uma ficção científica promissora. Ainda que apenas um teaser (ao lado) tenha sido lançado até dezembro de 2013, a sinopse já se mostra interessante, ao explorar “as aventuras de um grupo de exploradores que utilizam um recém-descoberto ‘buraco de minhoca’ para ultrapassar os limites das viagens humanas pelo espaço e percorrer longas distâncias em uma viagem interestelar”. No elenco estão Anne Hathaway, Jessica Chastain, Ellen Burstyn, John Lithgow, Michael Caine, Casey Affleck, Wes Bentley, Bill Irwin, Mackenzie Foy, Topher Grace e David Gyasi.


300: A Ascensão do Império (7 de março)

O ator brasileiro Rodrigo Santoro ganhará mais destaque nesta continuação do filme de guerra de 2006 e terá a origem do personagem dele, Xerxes, revelada. Ele passa de mortal a um deus, com a ajuda Artemisia (Eva Green). A nova trama segue a os próximos passos do exército persa, após a vitória contra os 300 soldados espartanos.


Capitão América 2: O Soldado Invernal (11 de abril)

O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro (2 de maio)

X-Men – Dias de um Futuro Esquecido (23 de maio)

Guardiões da Galáxia (22 de agosto)

Com exceção Guardiões da Galáxia, que estreia nos cinemas, os outros três filmes de heróis dão seguimento às histórias iniciadas nos filmes anteriores, prometendo ação e desfechos surpreendentes. Nós, é claro, aguardamos ansiosos. Ao lado, o trailer de O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro, mais recente desta safra.


RoboCop (31 de janeiro)

José Padilha comanda esse remake do clássico de 1986. O famoso personagem-título, metade homem, metade máquina, desta vez será vivido por Joel Kinnaman (da série The Killing) e terá a armadura prateada trocada por uma de cor preta. Na essência, o filme deve manter as características da versão original: o policial Alex Murphy é gravemente ferido, mas é salvo pela multinacional OmniCorp e passa a viver como RoboCop. A violência, contudo, será amenizada – o que pode decepcionar os fãs da primeira versão do herói/anti-herói.