Conheça “Não Deixe de Alimentar”, single eclético e contagiante de Strausz

Faixa é a primeira revelada de Spectrum Vol.1, disco de estreia do ex-guitarrista do R. Sigma em carreira solo

Lucas Brêda Publicado em 12/01/2015, às 19h12 - Atualizado em 20/01/2015, às 15h34

Diogo Strausz

Ver Galeria
(2 imagens)

Após o término do grupo carioca R. Sigma, o guitarrista Diogo Strausz seguiu carreira como produtor, tendo trabalhado com Alice Caymmi – no afamado Rainha dos Raios –, Castello Branco e João Capdeville. O resultado direto do tempo comandando estúdios ganha vida no álbum de estreia solo dele, Spectrum Vol.1, recheado de participações, e cujo primeiro single, “Não Deixe de Alimentar”, é lançado com exclusividade aqui no Sobe o Som.

Tagore lança clipe de “Poliglota” e encerra 2014 pensando em novo disco.

“Todas as faixas nesse disco têm muito de mim nelas”, conta o músico, que canta em apenas uma das músicas de Spectrum Vol.1. “É justamente a cola de tudo. Com uma lista de participações tão diversificada, cada canção é meu ponto de vista sobre aquela pessoa. Cada canção funciona como um processo de sinergia meio invisível”. Participam do disco Kassin, Bonde do Rolê, Alice e Danilo Caymmi, Keops e Raony (Medulla), Apollo e Leno (pai de Strausz, cantor da jovem guarda), entre outros.

Ouça a versão ao vivo de “Infinu”, pelo Boogarins

O primeiro olhar sobre Spectrum Vol.1 vem com o single “Não Deixe de Alimentar” (ouça abaixo), com as vozes de Ledjane Motta e Maria Pia sob os arranjos de Strausz. “Acho que seria legal começar com uma abordagem mais pessoal, não pensando em qual artista tem mais nome, mas sim na música que tem mais significado para mim”, confessa. “Tendo a achar que quando fazemos isso, damos mais margem para as pessoas entenderem o que queremos dizer.”

Veja a capa de Spectrum Vol.1.

Com levada dançante, “Não Deixe de Alimentar” é guiada por sintetizadores marcantes, guitarras espaçadas e percussão dando cor ao groove constante do baixo. Há ainda inserções de cordas e metais que criam um ambiente eclético e contagiante durante os quase cinco minutos da música. O encerramento é grandioso, com a repetição da frase que é o mote da letra.

Peri Pane vive fim de romance doloroso com Bárbara Eugênia no bonito clipe de “Note”.

“A letra da música é super simples e tem uma mensagem bastante condizente com o que estou sentindo – e acredito que outras pessoas também”, revela Strausz. “É não deixar de alimentar a alma com um pouco do coração. Uma frase que tange a cafonice, mas eu também acho que mesmo a cafonice é algo bom.”

Conheça “Não Deixe de Alimentar”, primeiro single da estreia solo de Strausz.

Sobre a capa do disco, Strausz brinca: “Acho que toda a confusão do álbum está resumida naquela capa”. “A ideia é informar logo de cara um pouco sobre as participações, e o conceito estético e visual ilustra bastante do momento que eu estou vivendo como produtor”, explica. “Tem o contraste da estante com a partitura e o sintetizador, que na verdade é uma guitarra, além da estética um pouco vintage.”

Spectrum Vol.1 sai oficialmente no dia 27 de janeiro, de maneira independente.