Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Johnny Depp chora com sete minutos de aplauso ao seu filme em Cannes

O polêmico Jeanne du Barry, filme com Johnny Depp, teve boa recepção no Festival de Cinema de Cannes

Redação Publicado em 17/05/2023, às 09h52 - Atualizado em 18/05/2023, às 09h28

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Johnny Depp (Foto: Getty Images)
Johnny Depp (Foto: Getty Images)

Além de recepção calorosa a Johnny Depp em sua chegada ao Festival de Cinema de Cannes, o filme Jeanne du Barry, estrelado pelo ator, foi aplaudido durante sete minutos após sua exibição. O longa-metragem foi escolhido para abrir o evento.

A diretora Maiwenn também estava presente na estreia. O ator chegou a se emocionar ao receber a ovação conforme vídeo publicado pela Variety (via O Globo).

Assista:

As polêmicas em torno do filme parecem ter sido deixadas de lado. Além de marcar o primeiro papel de protagonismo de Depp após extensa e midiática batalha judicial contra sua ex-esposa, Amber Heard, Maiwenn causou revolta ao cuspir em jornalista e admitir a agressão a poucos meses da estreia.

+++ LEIA MAIS: Festival de Cannes: Johnny Depp é recebido por fãs no tapete vermelho

Thierry Fremaux, diretor do Festival de Cinema de Cannes, rebateu críticas sobre a presença de Johnny Depp e a exibição do longa-metragem: "Eu não sei sobre a imagem de Johnny Depp nos Estados Unidos. Pra falar a verdade, na minha vida, eu só tenho uma regra, que é a liberdade de pensamento, liberdade de expressão e agir de acordo com a lei."

"Se há uma pessoa nesse mundo que não tem o menor interesse nesse julgamento, sou eu. Eu não sei sobre o que é. Eu também me importo com Johnny Depp como um ator," continuou o diretor. "Se Johnny Depp tivesse sido banido do cinema, ou o filme tivesse sido banido, não estaríamos falando sobre isso."

+++ LEIA MAIS: Diretora de filme com Johnny Depp, Maiwenn cuspiu em jornalista e é contra o MeToo