Caso Nardoni: roteiristas dos filmes sobre Richthofen preparam série sobre assassinato de Isabella

Série sobre Caso Nardoni está sendo negociada com um serviço de streaming

Redação Publicado em 15/09/2021, às 09h41

None
Carla Diaz como Suzane von Richthofen em filmes sobre Richthofen (Foto: Reprodução / Youtube)

Raphael Montes e Ilana Casoy, os autores da série da Netflix, Bom dia, Verônica, e dos filmes sobre o Caso Richthofen - intitulados de A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou meus Pais - estão desenvolvendo uma série, que será composta por seis episódios, sobre o Caso Isabella Nardoni, segundo informações do Rápido no Ar.

A produção irá abordar a morte da menina de 5 anos de idade, Isabella de Oliveira Nardoni, jogada do sexto andar de um prédio no distrito da Vila Guilherme, em São Paulo, na noite de 29 de março de 2008.

+++LEIA MAIS: Daniella Perez: Assassinato bizarro da atriz vai virar série da HBO; relembre a história

O notório caso de Isabella ganhou grande repercussão nacional. Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, pai e madrasta da criança, respectivamente, foram condenados por homicídio doloso qualificado.

Segundo as informações, a série é baseada no livro sobre o julgamento, A prova é a Testemunha, de autoria da própria Ilana. Embora sem muitos detalhes por enquanto, a produção está sendo negociada com um serviço de streaming.

+++ LEIA MAIS: Homem confessa assassinato de Kaitlin Arquette, filha da autora de Eu Sei o Quê Vocês Fizeram no Verão Passado, Lois Duncan

Filmes sobre Richthofen

A Menina Que Matou os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais são filmes exclusivos Amazon Prime Video que chegam ao catálogo do streaming no dia 24 de setembro. "Em 2002, Suzane von Richthofen e Daniel Cravinhos chocaram o Brasil quando se declararam culpados pelo brutal assassinato de Manfred e Marisia von Richthofen," diz a sinopse oficial.

"Ao longo dos filmes são apresentados o caso e possíveis motivos do casal para cometer essa atrocidade. Um drama de crime real sobre um dos casos de assassinato mais brutais do país. Lançados simultaneamente, os dois filmes mostram os pontos de vista de cada um: A Menina Que Matou os Pais é inspirado no depoimento de Daniel, e O Menino Que Matou Meus Paisbaseia-se no de Suzane," explica, por fim, a sinopse. 

+++LEIA MAIS: As 22 estreias do Amazon Prime Video para setembro de 2021: Cinderela, The Voyeurs e mais [LISTA]