Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Entretenimento / Homenagem

Novo Mortal Kombat tem Fatality brutal baseado em Kill Bill; veja

Mortal Kombat 1 homenageia uma das cenas mais icônicas de Kill Bill: Volume 2 (2004)

Felipe Grutter (@felipegrutter)

por Felipe Grutter (@felipegrutter)

felipe.grutter@rollingstone.com.br

Publicado em 15/09/2023, às 11h05 - Atualizado às 17h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Fatality de Mortal Kombat 1 (Foto: Reprodução/NetherRealm Studios) e Uma Thurman em Kill Bill (Foto: Reprodução/Miramax Films)
Fatality de Mortal Kombat 1 (Foto: Reprodução/NetherRealm Studios) e Uma Thurman em Kill Bill (Foto: Reprodução/Miramax Films)

Um dos filmes mais queridos da cinematografia de Quentin Tarantino, Kill Bill: Volume 2, lançado em 8 de outubro de 2004 nos cinemas brasileiros, recebe homenagem em Mortal Kombat 1, mais novo lançamento dos videogames, em um Fatality brutal e repleto de sangue.

Vale lembrar como, na franquia de Mortal Kombat, os Fatalities são finalizações especiais bastante violentas e gráficas que o jogador pode fazer após ganhar as lutas. Na nova entrada, o golpe é feito por Shujinko, jogável por meio da nova mecânica, Kameo.

+++LEIA MAIS: Megan Fox interpreta Nitara em novo Mortal Kombat

O Fatality baseado em Kill Bill é uma referência direta a uma das cenas mais icônicas do filme de Tarantino, na qual Beatrix Kiddo, interpretada por Uma Thurman, usa a técnica Five Point Palm Exploding Heart (Cinco Pontos que Explodem o Coração). Esse movimento consiste em uma série de golpes poderosos com as pontas dos dedos em cinco pontos de pressão diferentes no corpo da vítima.

O golpe não é fatal logo de cara. Ou seja, quem sofreu a técnica pode ir embora. No entanto, após dar exatamente cinco passos, o coração literalmente explode dentro do corpo - e isso causa morte instantânea. Veja a comparação feita pela IGN abaixo:

+++LEIA MAIS: Van Damme é personagem jogável em Mortal Kombat 1

Nas redes sociais, Ed Boon, criador do lendário jogo de luta ao lado de John Tobias, aproveitou para fazer uma piada após a publicação da comparação: "O que você está falando? Não nos inspiramos em filmes."