Trio paulistano Vitrolla 70 revive o estilo dançante.
Divulgação

Rock Samba Style

Vitrolla 70

Guias / CDs - Marcos Lauro Publicado em 15/08/2014, às 12h59 - Atualizado às 13h15

“Nosso nome nos explica.” A frase, presente na faixa “Vitrolla 70’ e que abre Rock Samba Style (Elemess), disco de estreia do Vitrolla 70, já entrega a intenção do trio: homenagear os grandes nomes da década de 1970 por meio do samba- -rock e do samba-soul. O que chama atenção é a composição instrumental da formação: o trio, formado por Mateus Machado (voz), Digão (baixo)

e Dada Soul (teclados), abre mão dos tradicionais naipes de metais do gênero para criar uma sonoridade mais limpa, mas não menos contagiante. A banda já está nos palcos paulistanos desde 2009, mas finalmente conseguiu afinar um repertório para debutar em disco. Talvez por isso a necessidade de se explicar em algumas faixas (como na canção de abertura do disco e em “Swinga”, em que a banda fala sobre parte da história dos bailes paulistanos). Mas isso não atrapalha o ritmo e o disco segue com boas melodias, como em “Preta Rara”, “Se For Meu” (com a belíssima voz de Tereza Gama) e “Eu Não Sei Dançar” (outra faixa explicativa, que conta um pouco sobre o surgimento do samba-rock). Rock Samba Style é um bom disco para suingar e também para aprender sobre o samba-rock e gêneros afins.

Fonte: Elemess

Últimos Guias CDs